pandemia

Covid-19: Brasil registra 2º maior número de casos diários desde o início da pandemia

Em um dia, foram 137.103 novos diagnósticos da doença, segundo informações do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass)

Correio Braziliense
postado em 18/01/2022 19:43 / atualizado em 18/01/2022 19:45
 (crédito: Ernesto BENAVIDES / AFP)
(crédito: Ernesto BENAVIDES / AFP)

A pandemia de covid-19 voltou a um dos piores momentos no Brasil. Nesta segunda-feira (18/01), foram registrados 351 mortes pelo vírus e 137.103 novos diagnósticos, de acordo com dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Ministério da Saúde.

É o segundo maior número de casos diários, atrás apenas do dia 18 de setembro de 2021, onde foram registrados 150 mil casos. Mas os dados mostram também a importância da vacinação no combate ao covid-19. No dia em que foi registrado o recorde de casos, 935 pessoas perderam a vida para a doença, quase três vezes mais que o número de óbitos desta terça. 

Após as festas de final de ano e o avanço do ômicron, o Brasil enfrenta uma alta de casos. Os números registrados nesta terça são 93% maiores do que de uma semana atrás, quando 70.765 pessoas foram diagnosticados em 24 horas.

O Brasil contabiliza, desde o início da pandemia, 621.517 óbitos e 23.211.894 casos de covid-19. De acordo com o Ministério da Saúde, mais de 21,7 milhões de pessoas se recuperaram da doença no país.


Segundo o Conass, a taxa de letalidade do novo coronavírus no Brasil é de 2,7%, e a taxa de mortalidade por cada 100 mil habitantes é de 295,8. A média móvel de óbitos nos últimos 7 dias é de 187, e a média móvel de novos casos é de 83.205.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE