ABUSO SEXUAL

Mulher vai para o motel com cunhado e leva filha de 4 anos

Funcionárias do estabelecimento testemunharam que viram o homem nu no banheiro com a criança; casal disse que foi ver 'chuveiro' do local

Ivan Drummond - Estado de Minas
postado em 27/01/2022 21:18 / atualizado em 27/01/2022 21:18
 (crédito: José Carlos Paiva/Imprensa MG)
(crédito: José Carlos Paiva/Imprensa MG)

Mais um caso de abuso infantil está sendo investigado pela Polícia Civil. Dessa vez, uma mulher, de 23 anos, e o cunhado dela, de 31, foram flagrados em um motel, no Bairro Copacabana, na Região da Pampulha, com uma menina de 4 anos, filha da jovem. Eles foram denunciados por uma funcionária do estabelecimento, que viu a criança dentro do carro.

Segundo a Polícia Militar, a funcionária percebeu a presença da menina, quando ela saiu do veículo na entrada do quarto. O homem percebeu que polícia tinha sido chamada e tentou sair do motel, no entanto, a funcionária não abriu o portão e acionou o gerente do local.

Quando os policiais chegaram, flagraram a mulher ameaçando de morte os funcionários do motel. O homem, que dirigia o veículo, gritava que iria arrebentar o portão com o carro.

O Boletim de Ocorrências (BO) da PM relata, ainda, que funcionárias do motel foram até o quarto e lá viram o homem nu, no banheiro, com a criança, enquanto a mulher estaria deitada, de roupa, na cama.

Depois de se acalmar, a mulher contou aos policiais uma história estapafúrdia. Disse que seu cunhado é casado e que eles tinham ido ao motel para olhar um chuveiro, pois pretendia instalar um igual em sua casa. O homem confirmou a história e negou ter tido relação sexual com a criança.

Em poder do homem havia sete carteiras de identidade, todas com sua foto, no entanto, com nomes diferentes. Ele disse que a intenção com os documentos falsos seria fraudar o auxílio emergencial. Informou ainda que tinha um parceiro no golpe, que ganharia uma parte do que obtivesse.

Foram apreendidos com o suspeito R$ 970 em dinheiro, que ele afirma ser fruto de seu trabalho em uma pizzaria no Bairro de Lourdes. O veículo e os celulares do homem e da mulher foram apreendidos e entregues à Polícia Civil.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE