covid-19

Cidade bolsonarista teve mais mortes

Gabriela Chabalgoity*
postado em 17/03/2022 00:01

Os municípios que votaram em Jair Bolsonaro nas eleições de 2018 registraram mais óbitos pela covid-19, em 2021, do que aqueles nos quais os eleitores escolheram Fernando Haddad (PT). Os dados são de uma pesquisa realizada por um grupo de pesquisadores da Universidade de Brasília (UnB), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e da Fiocruz, e publicada na edição para as Américas da revista Lancet.

Nesses municípios cuja escolha foi Bolsonaro, o risco de morte foi 44% superior do que nos demais. No Nordeste, a taxa de mortalidade foi muito inferior quando comparada à taxa de municípios bolsonaristas das regiões Sul e Sudeste.

Foram analisadas 5.570 cidades. Os municípios estudados têm estruturas sanitárias semelhantes a fim de impedir que variáveis, como a subnotificação de casos, possam interferir nos resultados obtidos.

Um caso curioso do estudo é o de Chapecó (SC), que, no início da pandemia, em 2020, tinha uma taxa de óbitos muito menor do que a média nacional. A partir de 2021, quando o prefeito João Rodrigues tomou posse, o índice de mortes acumuladas se tornou o maior do país: 75%. O prefeito é aliado de Bolsonaro e defendeu a utilização do kit covid como tratamento contra a covid-19.

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE