Vereador do PL na mão do PSol

Correio Braziliense
postado em 13/04/2022 00:01

Sorteio realizado ontem decidiu que o vereador Chico Alencar (PSol) será o relator do processo contra o também vereador Gabriel Monteiro (PL) no Conselho de Ética da Câmara Municipal do Rio de Janeiro. O ex-policial e youtuber é acusado de assédio moral e sexual por ex-servidores e funcionários. É investigado, também, pelo crime de disponibilizar vídeos e fotos com cenas de sexo ou pornografia com criança ou adolescente.

O processo, que pode levar à cassação do mandato de Monteiro, deve levar 90 dias. "O parlamentar terá 10 dias, a partir da citação, para apresentar sua defesa por escrito e provas de sua inocência", explicou Alencar, que tem cinco dias para citar o vereador do PL. Na última semana, a abertura do processo no Conselho de Ética contra o youtuber foi decidida por unanimidade.

O Conselho de Ética da Câmara também deve avaliar um novo vídeo de Monteiro, publicado nas redes sociais do próprio vereador, no qual ele beija o pescoço de uma menor de idade. Ele teria levado a menina, de nove anos, a um salão de beleza.

"Há indícios de relação abusiva envolvendo uma criança em situação de vulnerabilidade, que se mostra constrangida. Vou pedir a inclusão das imagens na investigação", disse Alencar.

Monteiro tentou se justificar pelas contas que mantém nas redes sociais. "O que estão fazendo comigo é desumano. Campanha nacional que já vai para um mês de destruição da minha vida. Querem minha prisão agora por esse vídeo. Editaram, colocaram em câmera lenta, aproximaram e geraram deturpações tão grandes que nem posso escrever aqui", disse. (MEC)

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE