Mais mortes em cidades bolsonaristas

Correio Braziliense
postado em 15/04/2022 00:01

Pesquisa mostra que os municípios de Minas Gerais onde Jair Bolsonaro (PL) foi mais votado sofrem com maior número de casos e mortes pela covid-19. Essas 445 cidades registraram taxa de infectados 30% maior do que nos municípios que escolheram outros candidatos no pleito de 2018.

A relação foi feita pela Sociedade Mineira de Infectologia e da Associação Mineira de Epidemiologia e Controle de Infecções, em um estudo que será apresentado no Congresso Europeu de Microbiologia Clínica e Doenças Infecciosas (ECCMID), em Lisboa, Portugal.

Para a análise, os pesquisadores utilizaram dados de casos e mortes da covid-19, taxas de vacinação contra a doença e os resultados das eleições de 2018, extraídos de sites oficiais do governo, referentes aos 885 municípios do estado mineiro. A taxa de incidência foi calculada por 100 mil residentes de cada município entre 21 de janeiro e 10 de novembro de 2021. O resultado foi a diferença expressiva nos redutos eleitorais em que Bolsonaro liderou.

Nos 445 municípios onde o presidente venceu a disputa no segundo turno, a taxa de incidência da doença foi de 7,6%. Nas 408 onde o presidente perdeu, foi de 5,6%. Já a taxa de mortalidade por covid-19 por 100 mil habitantes foi de 212 nos municípios onde o atual presidente ganhou as eleições, número 60% maior do que nos municípios onde ele perdeu (132).

Os pesquisadores ressaltam que o resultado é de caráter observacional ecológico e que apenas sugere a possibilidade da relação entre acreditar na postura de Bolsonaro em relação à pandemia e as consequências negativas de casos e mortes maiores do que entre não eleitores do chefe do Executivo.

Tags

CONTINUE LENDO SOBRE