Confusão

Fake news sobre massacre em escola leva dois adolescentes à delegacia

Mensagens que anunciavam o massacre circularam por grupos de Whatsapp e causaram apreensão nos moradores de Passos, no Sul de Minas

André Santos - AQUI
postado em 05/05/2022 09:50
 (crédito: Reprodução Google Street View)
(crédito: Reprodução Google Street View)

Uma notícia falsa sobre um massacre em uma escola municipal de Passos, no Sul de Minas, levou dois adolescentes a serem encaminhados à delegacia da cidade.

As mensagens, que anunciavam o suposto massacre, circularam em grupos de Whatsapp nesta quarta-feira (4) e causou apreensão nos moradores da cidade. De acordo com a Polícia Civil, os adolescentes falavam que estavam planejando rotas de fuga depois de fecharem a saída da escola e atirarem em todos.

Imediatamente, as Polícias Civil e Militar iniciaram as investigações que apontaram que os jovens estudavam na mesma escola que seria o alvo dos ataques.

“Um desses adolescentes confessou que entrou em contato com um perfil de fofocas de Passos no Instagram e usando o celular da namorada divulgou as notícias falsas sobre o massacre”, explicou o delegado Marcos Pimenta que comandou as investigações.

Os dois adolescentes prestaram depoimento na presença dos pais e foram liberados. O celular usado para disparar as mensagens foi apreendido.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE