CRIME

Presos 5 jovens por roubar R$ 70 mil de cliente em estacionamento de mercado

Um dos suspeitos de efetuar o roubo foi preso com R$ 7.650. Dos R$ 20 mil que seriam a sua parte, ele disse que passou R$ 10 mil para a mãe

Renato Manfrim - Especial para o EM
postado em 12/05/2022 09:21
 (crédito: PMMG/Divulgação)
(crédito: PMMG/Divulgação)

Cinco jovens, sendo um deles de 17 anos, foram detidos, sob suspeita de envolvimento de roubo de R$ 70 mil em dinheiro, de um homem, em estacionamento de atacarejo de Uberaba. Eles foram localizados pela Polícia Militar (PM), instantes depois do crime.

Entre os detidos, dois são funcionários e um é ex-funcionário do estabelecimento. Com eles, a PM conseguiu recuperar cerca de R$ 45 mil.

Segundo informações do registro policial, o assalto aconteceu no momento em que a vítima, que teria ido ao estabelecimento para comprar grande quantidade de cigarros, estacionou o seu veículo. Logo em seguida, foi abordado por uma dupla, de moto, sendo que um deles estava armado com uma suposta pistola. Sem reagir, o homem entregou o pacote com o dinheiro e a dupla fugiu tomando rumo ignorado.

De posse de informações de câmeras de segurança do estabelecimento e de relatos da vítima, a PM conseguiu prender em flagrante dois suspeitos, de 17 e 19 anos, que estavam com R$ 20 mil, que eles confessaram ser parte do dinheiro roubado.

Em seguida, foram presos os dois funcionários do estabelecimento: um, de 21 anos, que estava com R$ 10 mil, e, logo depois, o outro, de 20, que estava com R$ 9 mil.

Mãe do suspeito se recusou a entregar supostos R$ 10 mil

Os policiais também prenderam um jovem de 18 anos, suspeito de efetuar o roubo, com R$ 7.650. Ele disse que, dos R$ 20 mil que pegou do roubo, usou R$ 2 mil para comprar um celular (que acabou apreendido) e repassou R$ 10 mil para a mãe. Ainda conforme o registro policial, em contato telefônico, a mãe, que segundo o filho, escondeu o dinheiro, se recusou a entregar a quantia aos militares.

O restante do dinheiro do roubo estaria com o outro homem que participou da ação e que é considerado foragido.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE