AGRESSÃO

Mais de 20 agressões: homem é preso após dar soco na mulher dentro de bar

Desta vez, suspeito foi contido por populares, preso pela PM, levado para delegacia e depois para presídio em Uberaba

Renato Manfrim - Especial para o EM
postado em 13/05/2022 09:54
 (crédito: PCMG/Divulgação)
(crédito: PCMG/Divulgação)

"Eu sempre perdoo ele pelas agressões, às vezes por dó e às vezes por sentir medo que algum mal maior possa acontecer comigo", relatou uma mulher, de 53 anos, em registro da PM de Uberaba, na noite de ontem (11/5), após ser mais uma vez agredida fisicamente pelo marido, de 30 anos.

Mas, desta vez, o suspeito foi preso em flagrante e encaminhado para o presídio de Uberaba.

Segundo informações do registro da PM, a agressão, um soco no rosto que a derrubou no chão, aconteceu dentro de um bar e foi vista por testemunhas. O suspeito acabou preso depois que três homens imobilizaram ele até a chegada de policiais militares.

De acordo com relato da vítima ao registro da PM, instantes depois de ela levantar para ir ao banheiro, o marido começou a dar vários socos na porta, dizendo: ''você está com macho aí dentro''.

Em seguida, ela contou que abriu a porta e mostrou que estava sozinha. Mas, durante o trajeto até a mesa, o suspeito deu um soco no lado esquerdo do rosto da mulher, o que a fez cair no chão. Além do ferimento no rosto, a vítima sofreu escoriações nos cotovelos e joelhos e uma lesão no tornozelo esquerdo.

Ainda conforme o registro policial, imediatamente após a agressão, alguns homens já seguraram o suspeito.

Além de cerca de 20 registros policiais registrados contra o marido, a mulher disse aos militares que já solicitou medidas protetivas contra ele, mas que não estava de posse do documento.

Versão do suspeito à PM

De acordo com o registro da PM, o suspeito disse que perdeu a cabeça e agrediu a mulher por ciúmes, já que suspeita que ela tem um amante no condomínio em que residem.

Devido à contenção dos populares, ele sofreu uma lesão no nariz e corte no lado esquerdo do rosto.

Após passar por atendimento médico, o homem foi encaminhado para a Delegacia de Plantão de Polícia Civil (PC) de Uberaba.

Suspeito atrás das grades

Segundo a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), o agressor foi preso em flagrante pelo crime de lesão corporal, praticada em âmbito doméstico e familiar (violência doméstica) e, em seguida, encaminhado ao sistema prisional.

"A mulher manifestou interesse em representar em desfavor do suspeito e requerer medidas protetivas de urgência. A investigação prossegue para a conclusão do caso", finaliza nota da PCMG.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE