AMAZÔNIA

Univaja diz ter encontrado embarcação em região onde Dom e Bruno desapareceram

Uma nota divulgada pela Univaja diz que a informação sobre o proprietário da embarcação ainda precisa ser confirmada pelos responsáveis pelas investigações. "O que a equipe de busca encontrou foi um possível local onde vestígios, observados na beira de barranco, apontam que uma embarcação poderia ter sido arrastada no local"

Fernanda Strickland
postado em 12/06/2022 18:32
 (crédito:  Carlos Vieira/CB)
(crédito: Carlos Vieira/CB)

A União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Univaja) afirmou, neste domingo (12/6), que encontrou uma nova embarcação na região de busca pelo indigenista Bruno Araújo Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips. Segundo a organização, a embarcação foi encontrada no sábado (11/6).

Uma nota divulgada pela Univaja, neste domingo, diz que a informação sobre o proprietário da embarcação ainda precisa ser confirmada pelos responsáveis pelas investigações.

De acordo com a organização, a embarcação pode ser de propriedade de Amarildo da Costa Oliveira, conhecido como Pelado, que está detido para investigação. No entanto, a Univaja diz que a informação sobre o dono do barco "ainda precisa ser confirmada pelos responsáveis pelas investigações". 

Confira nota na Íntegra:

Na tarde de ontem, dia 11, foi questionado pela coordenação da Univaja nas buscas que teria sido encontrado corpo ou parte de corpo, na região próxima a comunidade de São Rafael. Tal informação não foi confirmada. O que a equipe de busca encontrou foi um possível local onde vestígios, observados na beira de barranco, apontam que uma embarcação poderia ter sido arrastada no local. Essa informação foi repassada às autoridades responsáveis pelas investigações e por essa razão o local foi isolado pelas autoridades competentes para que busca e perícia sejam realizadas.

Informamos também que nas proximidades do local foi encontrado também uma embarcação que pode ser de propriedade do Sr. Amarildo da Costa Oliveira, conhecido como Pelado, detido atualmente para investigação. A informação sobre a propriedade da embarcação ainda precisa ser confirmada pelos responsáveis pelas investigações.

Em complemento informamos que na tarde de 11 de junho, a Polícia Federal, em Manaus, que coordena as ações dos órgãos governamentais no estado, emitiu nota negando que foi encontrado corpo dos desaparecidos, ao contrário do que foi difundido nas redes sociais no dia de ontem.

Aproveitamos para informar que o sistema para melhoria da internet da nossa equipe em Atalaia do Norte ainda não foi instalado. Continuamos na tentativa sabendo da importância de termos condições de atender a imprensa, ator essencial para que Bruno Pereira e Dom Phillips sejam encontrados.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE