Nova gasolina chega ao DF e expectativa é que os preços aumentem

Segundo o presidente do Sindicombustiveis, em cerca de um mês a gasolina antiga deve ser totalmente substituída na capital federal

Samara Schwingel
postado em 06/08/2020 16:30
 (foto:  Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)

A gasolina com novas especificações definidas pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) chegou aos postos do Distrito Federal nesta quinta-feira (6/8). A qualidade do produto deve aumentar e, junto com ela, os preços.

Segundo Paulo Tavares, presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e de Lubrificantes do DF(Sindicombustíveis), ainda não há um posicionamento oficial das distribuidoras sobre o aumento de preços, mas isso pode acontecer. “Há um comentário que o aumento no preço pode chegar a 10%, mas tudo isso depende da Petrobras e das distribuidoras”, diz.

Os postos da capital federal compraram o produto R$ 0,03 mais caro nesta quinta-feira, mas, segundo Paulo, o aumento é resultado da variação do etanol. “Ainda não tem relação com as novas diretrizes da gasolina. Oficialmente, o etanol aumentou no mercado e isso refletiu no preço da gasolina”, explica o diretor do sindicato.

Sobre o novo produto, Paulo afirma a expectativa é que os postos do DF substituam o antigo até o final de agosto. “A maioria da gasolina em Brasília já está com as novas especificações. Aos poucos a gasolina velha vai sair do mercado.”

As mudanças valem para a gasolina tipo C (comum) e premium e começaram a valer nesta segunda-feira (3/8).De acordo com a ANP, o produto brasileiro terá mais qualidade e eficiência energética, além de melhorar a autonomia dos veículos pela diminuição de consumo.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação