Portaria prevê mais medidas sanitárias

postado em 08/08/2020 07:00
 (foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)
(foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)

A Secretaria de Saúde divulgou uma série de medidas específicas para direcionar o funcionamento de estabelecimentos que trabalham com alimentos. Publicada ontem no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), a portaria vale para restaurantes, cafés, feiras, hotéis, hospitais, academias, salões de beleza e escolas. Além das 49 orientações que valem para todos esses ramos, a pasta estabeleceu normas próprias para serviços de bufê ou self-service, rodízio, delivery, drive-in ou de transporte de refeições coletivas.

Entre as medidas gerais, há a abertura, com até 50% da capacidade autorizada no alvará de funcionamento; a aferição da temperatura de todos os clientes; a manutenção das portas e janelas abertas durante o expediente; o treinamento das equipes sobre a prevenção ao coronavírus e sobre o uso de equipamentos de proteção individual (EPI); o afastamento de empregados que façam parte do grupo de risco; e a proibição de shows ou espetáculos musicais ao vivo.

O protocolo complementa as regras estabelecidas pelo Decreto nº 40.939, publicado em 2 de julho, que autoriza a reabertura de bares e restaurantes. Nos locais com self-service, deve ser avaliada a possibilidade de simplificação do cardápio, para reduzir a variedade da preparação de pratos. Também deve-se evitar que os clientes se sirvam e que o funcionário responsável pela pesagem dos pratos fique próximo ao bufê. Nos espaços com serviço de drive-in, os alimentos comercializados deverão estar “devidamente embalados”, e os responsáveis pelo recolhimento do lixo precisam usar jaleco, máscara, além de luvas.

Em todos os estabelecimentos, a recomendação é para que a comunicação verbal seja evitada e que a higienização das mãos, bem como de objetos de uso coletivo, ocorra com frequência. Funcionários ou entregadores que apresentarem febre ou sintomas respiratórios deverão ser afastados temporariamente.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação