Detentos terão mutirão de encontros virtuais com os filhos

A ação de Dia dos Pais começou nesta segunda-feira (10/8) e durará pelas próximas duas semanas, podendo ser estendida

Correio Braziliense
postado em 10/08/2020 22:23 / atualizado em 10/08/2020 22:33
 (foto: Jaqueline dos Santos/Divulgação)
(foto: Jaqueline dos Santos/Divulgação)

Em celebração ao Dia dos Pais, comemorado nesse domingo (9/8), a Vara de Execuções Penais do Distrito Federal (VEP-DF), em decisão liminar, autorizou a realização de mutirão nas unidades prisionais da capital para promover encontros virtuais entre pais e filhos. A ação havia sido proposta pelo Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT). 

O pedido sugere que o mutirão seja realizado pelos servidores do sistema prisional para contemplar o maior número de pais que estejam privados de liberdade. O objetivo é permitir que eles enviem mensagens para os filhos por meio de videoconferência, e-mail ou outro meio que a Secretaria de Administração Penitenciária (Seape) julgue adequado.

Segundo informações do Tribunal de Justiça do DF e dos Territórios (TJDFT), a Seape manifestou-se pela possibilidade de intensificar a realização dos encontros virtuais, pelo período de duas semanas, a partir do número de presos que atendem o perfil necessário. Além disso, a pasta teria informado que tentará ampliar a participação dos filhos, menores de 18 anos, nas ligações.

A ação começou nesta segunda-feira (10/8) e durará pelas próximas duas semanas, podendo ser estendida, caso a Seape entenda necessário. O contato deverá ser menor que três minutos, entretanto, não pode ser menor que um minuto.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação