Religião

GDF libera participação de maiores de 60 anos em missas e cultos

Medida altera decreto que autoriza a realização de atividades religiosas na capital, porém mantém a proibição do acesso a crianças menores de 12 anos e pessoas com comorbidades

Thais Umbelino
postado em 12/08/2020 07:52 / atualizado em 12/08/2020 08:12
  -  (foto: Ed Alves/CB/D.A. Press)
- (foto: Ed Alves/CB/D.A. Press)

O governador Ibaneis Rocha (MDB) liberou nesta quarta-feira (12/8) a participação presencial de pessoas maiores de 60 anos em missas, rituais e cultos na capital. A medida foi publicada em Diário Oficial do Distrito Federal (DODF).

O decreto, porém, mantém a proibição do acesso ao estabelecimento de crianças com idade inferior a 12 anos e de pessoas com comorbidades.

A autorização para a realização de cultos, missas e rituais de qualquer religião no Distrito Federal permite que os ritos sejam realizados em locais com capacidade superior a 200 pessoas e prevê que, na entrada, seja disponibilizado álcool em gel 70% para higienização de mãos e calçados. Além disso, é necessária a demarcação de lugares, com afastamento mínimo de um metro e meio de uma pessoa para outra.

Desde de julho, as atividades religiosas foram consideradas essenciais na capital em situações de calamidade pública, emergência, epidemia ou pandemia.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação