Tráfico de animais

VÍDEO: Serpente de oito metros é encontrada em Águas Lindas (GO)

O dono da píton-indiana é suspeito de envolvimento no caso da naja e, segundo as investigações, estaria iniciando a atividade ilegal de tráfico de animais

Darcianne Diogo
postado em 13/08/2020 11:39 / atualizado em 13/08/2020 21:06
 (foto: Divulgação/PCDF)
(foto: Divulgação/PCDF)

Policiais da 14ª Delegacia de Polícia (Gama) capturaram, nesta quinta-feira (13/8), uma cobra adulta de 8m de comprimento, em Águas Lindas (GO). Agentes estão em operação e buscam pelo proprietário da serpente. A informação foi repassada durante a coletiva de imprensa sobre as conclusões do caso da naja, promovida nesta quinta-feira (13/8), na Delegacia de Polícia Especializada (DPE).

Segundo o delegado-adjunto da 14ª DP, Ricardo Bispo, a serpente pesa cerca de 90kg e seria uma sucuri, também conhecida como anaconda. “Estima-se que esse proprietário estava com essa cobra há 12 anos”, disse. No momento da abordagem, o dono não se encontrava em casa. Especialistas ouvidos pelo Correio, no entanto, acreditam que se trata de uma espécie exótica, do continente asiático.

Há a suspeita de que o homem tenha envolvimento com o caso da naja. “Pode ter uma ligação com essa investigação. Mas, inicialmente, ele tem uma vasta experiência nessa área e estaria iniciando essa atividade ilícita”, ressaltou o delegado.

 

Identificação

Após a divulgação das imagens do réptil apreendido, especialistas identificaram a cobra em questão é, de fato, uma píton-indiana (Python molurus). A confirmação torna o caso mais preocupante, uma vez que, ao contrário das anacondas, a píton-indiana não é nativa do Brasil e possui um alto potencial invasor. Esse animal é típico do sudeste asiático e integra, desde 2012, a lista vermelha de espécies ameaçadas de extinção da IUCN.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação