Desaparecimento

Família procura homem desaparecido desde sexta-feira (14/8)

Waldemar Maciel Mendes foi visto pela última vez no Banco Bradesco de Taguatinga Centro, por volta das 11h30 da manhã. Ele vestia uma calça jeans, blusa verde e tênis preto

Tainá Seixas
postado em 15/08/2020 11:45
 (foto: Arquivo pessoal)
(foto: Arquivo pessoal)

Um homem de 56 anos está desaparecido desde a última sexta-feira (14/8), por volta das 11h30. A família de Waldemar Maciel Mendes conta que ele havia ido ao Banco Bradesco, em Taguatinga Centro, com a irmã, Marli. Ela voltou para casa e ele disse que retornaria em seguida, o que não ocorreu.

Waldemar tem diagnóstico de esquizofrenia, o que faz com que irmã tema pela vida dele. “Eu estou preocupada com suicídio. Por causa dessa pandemia, ele não tem saído. Mas normalmente, ele tem o hábito fazer as atividades dele, e agora não sai porque tem que ficar em casa. Acho que, de repente, ele quis sumir”, avalia Marli.

Ele mora com a irmã e o cunhado na Colônia Agrícola de Samambaia. Quando desapareceu, Waldemar vestia uma calça jeans, blusa verde e tênis esportivo preto, como da foto. Quem tiver mais informações sobre o paradeiro dele, pode entrar em contato com a família pelos números 9 9685-7439 e 9 9976-4982.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação