Polícia

Acusado de tentar matar PM de Minas é preso no Jardins Mangueiral

Crime ocorreu em 5 de agosto, próximo ao Morro da Cruz. Segundo as investigações, a vítima mantinha um relacionamento com a ex-mulher do acusado. Não conformado com o término da relação, ele efetuou cinco disparos contra o PM

Darcianne Diogo
postado em 15/08/2020 16:51 / atualizado em 15/08/2020 16:51
 (foto: Divulgação / PCDF)
(foto: Divulgação / PCDF)

Policiais civis da 30ª Delegacia de Polícia (São Sebastião) prenderam um homem de 41 anos acusado de tentar matar um policial militar de Minas Gerais, 33. O crime ocorreu em 5 de agosto, próximo ao Morro da Cruz. O rapaz foi detido em casa, no Jardins Mangueiral, na noite desta sexta-feira (14/8).

Na noite do crime, o suspeito, que trabalha como gerente de uma empresa sediada em um hotel de Brasília, efetuou cinco disparos nas costas do militar, segundo as investigações. O autor não tinha autorização para a posse da arma, um revólver calibre 38. De acordo com a apuração policial, o acusado teria tentado matar a vítima por ciúmes da ex-mulher, que mantinha um relacionamento com o PM.

As investigações apontaram que o rapaz não aceitava o término do relacionamento e, por isso, teria tentado matá-lo. Mesmo atingido, o policial disparou em direção ao veículo do suspeito, mas não o acertou. O Correio apurou que o servidor morava em Unaí (MG) e vinha frequentemente à capital visitar a namorada. Inicialmente, ao ser atingida pelos disparos, a vítima foi levada por populares à Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) e, depois, transferido ao Hospital de Base.

O militar chegou a ficar em estado grave, mas recebeu alta nesta sexta-feira e passa bem. O acusado ficará à disposição da Justiça e, depois, será encaminhado ao Complexo Penitenciário da Papuda.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação