Pandemia

Covid-19: Secretaria de Saúde distribui 50 mil testes rápidos nas UBSs

Pasta finalizou contratação de empresa para aplicar mais 100 mil testes na modalidade drive-thru

Mariana Machado
postado em 18/08/2020 11:12 / atualizado em 18/08/2020 12:35
Mais de 56 mil resultados positivos já foram detectados com os testes realizados nos últimos meses -  (foto: Minervino Júnior/CB/D.A Press)
Mais de 56 mil resultados positivos já foram detectados com os testes realizados nos últimos meses - (foto: Minervino Júnior/CB/D.A Press)

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal distribuiu mais 50 mil testes rápidos para diagnóstico de covid-19 nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). De acordo com a pasta, os exames foram adquiridos em 2 de julho, mas estavam indisponíveis devido a uma decisão judicial.

Liberados, eles estão prontos para serem usados por pacientes com suspeita de infecção por coronavírus e que tenham pedido médico. “Cabe ressaltar que foi finalizada a contratação de uma empresa que aplicará 100 mil testes na modalidade drive thru. O cronograma dos pontos de testagem está sendo produzido e em breve a testagem será iniciada”, informou o órgão, por nota oficial.

O teste rápido, também chamado de IgG-IgM, é feito a partir de coleta de sangue, e tem por finalidade encontrar, no corpo humano, anticorpos específicos para o vírus. O resultado sai entre 10 e 30 minutos.

Outra forma de testagem é pelo RT-PCR, usado para diagnosticar tanto a covid-19 quanto a influenza e a presença de vírus sincicial respiratório (VSR). Nele, uma amostra de secreção nasal e da garganta do paciente é levada ao laboratório para uma busca minuciosa pelo material genético do Sars-Cov-2.

A detecção da doença pode ser feita ainda em fase inicial, entre o 3º e o 7º dia de sintoma. A metodologia usada leva algumas horas e requer, além da estrutura, pessoal habilitado para fazer a coleta. No DF, atualmente, o resultado é divulgado em até 72 horas pelo Laboratório Central.

Até 7 de agosto, a Secretaria de Saúde realizou 477,7 mil testes rápidos e RT-PCR, dos quais 56,4 mil tiveram resultado positivo para covid-19. Segundo a pasta, o estoque atual é de 227,7 mil testes rápidos.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação