Pandemia

Covid-19: DF registra mais 32 mortes pela doença e passa 140 mil casos

Do total de óbitos, 29 eram de moradores da capital. O número de infectados é superior a 140 mil

Sarah Peres
postado em 19/08/2020 13:11 / atualizado em 19/08/2020 13:11
Ceilândia continua a liderar o ranking de contaminações no DF -  (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Ceilândia continua a liderar o ranking de contaminações no DF - (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)

 Mais 32 pessoas perderam a vida na luta contra a covid-19 no Distrito Federal, segundo levantamento da Secretaria de Saúde (SES-DF), divulgado no início da tarde desta quarta-feira (19/8). Assim, já são 2.129 óbitos registrados. Deste total de vítimas contabilizadas, 29 residiam na capital. Se excluirmos os óbitos de moradores de outros estados da Federação (182), o número total é de 1.947.

Ainda conforme dados da SES-DF, houve o registro de 423 novos diagnósticos positivos para a doença. O total de contaminados chega a 140.593. Quanto à situação da rede de saúde, a taxa de ocupação dos leitos nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para tratamento é de 94,44% na rede pública e, na iniciativa privada, de 94,81%.

O balanço também indica que Ceilândia continua no primeiro lugar no número de contaminados, com 16.739 casos. Em seguida está a área do Plano Piloto, com 11.427 registros. Taguatinga aparece na terceira posição, com 10.721 infectados. Em quarto lugar está Samambaia, com 8.767 doentes e, então, o Gama (6.750).

Sobre o perfil dos pacientes, as mulheres representam 53,3% (74.946), e homens equivalem a 46,7% (65.647). O grupo de pessoas entre 30 e 39 anos também contabiliza o maior número de diagnósticos positivos, com 37,8 mil registros. Depois está a faixa etária de 40 a 49 anos (31,29 mil) e, por fim, jovens entre 20 e 29 anos, com 25,95 mil pessoas com covid-19.

 

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação