Coronavírus

Resumo do dia: veja o que foi notícia sobre a pandemia no DF

Mudança na maneira de contar os mortos para acalmar a população, falta de caixões e projeção de mortes em mais de 3 mil são algumas das notícias sobre a pandemia no DF

Correio Braziliense
postado em 19/08/2020 21:30
Há falta de caixões para os enterros assistenciais no DF por conta do alto número de mortes pelo coronavírus -  (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Há falta de caixões para os enterros assistenciais no DF por conta do alto número de mortes pelo coronavírus - (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)

Casos - A projeção de mortes deixa o Distrito Federal em alerta e a explosão de casos vista entre 15 e 30 de julho terá reflexo na segunda semana de agosto. Segundo especialistas, número de vítimas pode chegar a 600.

Hospitais - A pressão por causa dos casos de covid-19 fez a PMDF suspender cirurgias eletivas para usuários do plano de saúde. Justificativa é o corte nas despesas, impactadas pela pandemia do novo coronavírus.

Mortes - A Secretaria de Saúde anunciou que mudaria a forma de divulgar o total de mortes pela covid-19, mostrando apenas as ocorridas nas últimas 24 horas, porque a população tem ficado muito "intranquila" com o alto número de óbitos. Esse número, geralmente, incorpora mortes confirmadas nas últimas 24 horas, mas não necessariamente ocorridas nesse período. Depois, no entanto, afirmou que manteria a divulgação da forma como está. Estudo do PrEpidemia alerta que um dos cenários de evolução da pandemia na capital pode levar a 3.121 mortes até 21 de dezembro. Se houver retorno das aulas, esse número pode chegar a 3.842. A explosão de mortes refletiu no sistema funerário: caixões estão em falta no serviço de assistência social do DF.



 

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação