Financiamento

Programa Supera-DF movimentou R$ 3,6 bilhões desde março

Programa lançado pelo GDF em março para minimizar os impactos da covid-19 segue até o fim de setembro

Correio Braziliense
postado em 20/08/2020 15:31 / atualizado em 20/08/2020 15:31
O valor movimentado pelo banco é quase quatro vezes maior do que o previsto inicialmente -
O valor movimentado pelo banco é quase quatro vezes maior do que o previsto inicialmente -

Criado pelo Banco de Brasília (BRB) para mitigar os efeitos da economia na vida de pessoas físicas e jurídicas durante a pandemia da covid-19, o programa Supera-DF já movimentou R$ 3,6 bilhões desde março. O programa segue até 30 de setembro.

Do total movimentado, R$ 1,9 bilhão é referente a crédito aprovado para clientes pessoas física (PF) e jurídica (PJ). Foram R$ 1,7 bilhão referentes à repactuação, que é a suspensão de pagamentos de financiamentos anteriormente contratados e que estavam adimplentes até 18 de março, quando o programa foi criado.

Levantamento realizado pelo BRB mostra ainda que, até quarta-feira (19), pelo menos 4,8 mil empresas foram atendidas. Em relação a pessoas físicas, o banco atendeu quase 35 mil clientes. O Supera-DF oferece diferentes linhas de crédito com prazo de pagamento de até 120 meses, carência de até 12 meses e taxas de juros a partir de 0,80% ao mês.

O presidente do banco afirma que o foco da instituição é a promoção do desenvolvimento econômico e social. Ele diz ainda que ter movimentado essa quantia em um momento de dificuldade para as pessoas e empresas é motivo de orgulho.

Confira aqui as linhas do programa Supera-DF

- Para pessoas jurídicas

Progiro

Prazo para pagamento de até 60 meses com carência de até 6 meses, e taxa de juros a partir 0,80% a.m.

BRB Investimento

Prazo para pagamento de até 120 meses com até 12 meses de carência, e taxas de juros a partir de 0,92% a.m.

Acreditar BRB

Prazo para pagamento de até 24 meses com taxa a partir de 1,85% a.m.

Suspensão de parcelas

Suspensão de financiamentos contratados anteriormente e adimplentes até 18/03

 

 - Para pessoas físicas

 

Crédito pessoal

Prazo para pagamento de até 48 meses com 3 meses de carência, e taxa de juros a partir de 1,85% a.m.

Crédito pessoal público

Prazo para pagamento de até 48 meses com 3 meses de carência, e taxa de juros a partir de 1,50% a.m.

Acreditar BRB

Prazo para pagamento de até 24 meses com taxa a partir de 1,95% a.m.

Suspensão de parcelas

Suspensão de financiamentos contratados anteriormente e adimplentes até 18/03

Para todos

Acreditar BRB

Suspensão de parcelas

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação