Professor José Murillo Figueiredo morre aos 66 anos, vítima de leucemia

Professor e presidente da Associação Portuguesa de Brasília, José Murillo morreu neste sábado (22/8). Amigos, colegas de trabalho e familiares prestaram homenagens nas redes sociais

Correio Braziliense
postado em 23/08/2020 12:26 / atualizado em 23/08/2020 12:29
Morre aos 66 anos o professor e presidente da Associação Portuguesa de Brasília, José Murillo Figueiredo -  (foto: reprodução / redes sociais )
Morre aos 66 anos o professor e presidente da Associação Portuguesa de Brasília, José Murillo Figueiredo - (foto: reprodução / redes sociais )

Aos 66 anos, José Murillo Figueiredo perdeu neste sábado (22/8) a luta contra a leucemia. O falecimento foi comunicado nas redes sociais do professor e ex-presidente da Associação Portuguesa de Brasília. Amigos, familiares e colegas de trabalho prestaram homenagens ao profissional que marcou a vida de alunos e docentes por onde passou.

Ele atuou por vários anos como professor de educação física em escolas do Distrito Federal e estava na presidência da Associação Portuguesa de Brasília. De acordo com publicação nas redes sociais, ele foi diagnosticado recentemente com Leucemia mielóide aguda, um tipo de câncer no sangue, e não resistiu ao tratamento.

A saudade aperta para quem conheceu de perto José Murillo Figueiredo. Em uma postagem, uma amiga diz: “Coração doendo por sua partida meu amado professor, treinador e amigo! Murilo foi minha inspiração para a carreira do magistério e pela formação em educação física... Um professor que fez toda diferença em minha vida! Ele descobriu em mim, qualidades que nem eu sabia ou imaginava ter… Meu grande amigo Murilo, seu legado jamais será esquecido pois a base que deixou em minha vida jamais será destruído, pois é forte e sólido! Minha gratidão eterna por sua presença em minha vida!”

Outro amigo lamenta a perda. “É muito triste despedir de um amigo no plano material de forma tão abrupta. Difícil acreditar que meu amigo não está mais conosco. Quero deixar um abraço com muito carinho a cada um da família. Que o Senhor conforte o coração de cada um nesse momento de dor”, pontua.

A sobrinha de José Murillo Patrícia Figueiredo utilizou também as redes sociais para prestar uma homenagem. “Meu tio, meu amor. Como sempre foi um exemplo para mim. Exemplo de educação, de relacionamento e de vida. Filho que honra o pai e a mãe com certeza estará no céu em um lugar bem especial. Eu orei tanto, pedi a Deus que me desse esse presente de ter você conosco por mais alguns longos anos. Mas, não foi dessa vez. Deus tinha algo maior pra você meu tio. Descanse em paz e saiba que quem a gente ama nunca morre. Vai sempre estar vivo em nós”, relata em publicação.

Ela relembra ainda um momento que teve com o tio recentemente. “Até nos seus últimos dias me deu uma lição de vida. ‘Paty querida, aqui do lado de dentro, no hospital, a gente para pra perceber que as correrias da vida e as preocupações fazem a gente deixar de agradecer. A saúde não é obrigação de Deus dar, mas, sim, um presente. Por isso já aprendi essa lição’. Nunca vou esquecer essas palavras. Obrigada por tudo. Te amarei pra sempre. Eu acredito na eternidade, um dia a gente vai se encontrar”, pontuou Patrícia.

O velório e sepultamento de José Murillo Figueiredo estão marcado para segunda-feira (24/8), no Campo da Esperança da Asa Sul.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação