Segurança

Segurança Pública faz operação para combater crimes contra a vida

Operação Quinto Mandamento realiza blitzes em estabelecimentos comerciais e ruas de 26 regiões do DF

Darcianne Diogo
Jaqueline Fonseca
postado em 29/08/2020 15:59 / atualizado em 29/08/2020 17:58
Operação Quinto Mandamento foi uma ação conjunta de vários órgãos em estabelecimentos do DF -  (foto: Divulgação SSP/DF)
Operação Quinto Mandamento foi uma ação conjunta de vários órgãos em estabelecimentos do DF - (foto: Divulgação SSP/DF)

Ao longo do último mês, a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF) intensificou o trabalho de repressão a crimes contra a vida, por meio da operação Quinto Mandamento, que reúne as forças de segurança em ações integradas. Participam Polícias Civil (PCDF) e Militar (PMDF), Departamento de Trânsito (Detran/DF) e Corpo de Bombeiros Militar (CBMDF), DF Legal e Departamento de Estradas de Rodagem (DER/DF).

Na próxima terça-feira (1º/09), a operação completa um mês. Balanço preliminar da SSP dá conta de 1.728 abordagens realizadas pela PMDF e PCDF. O Detran fiscalizou 582 veículos e aplicou 243 autuações, sendo 25 alcoolemias administrativas e duas criminais – quando o condutor se recusa a fazer o teste de bafômetro. Além disso, 19 veículos foram recolhidos ao depósito. O DER realizou 32 abordagens, quatro autuações de infração diversas e flagrou ainda quatro condutores inabilitados. Dois veículos foram recolhidos ao depósito.

Com relação à fiscalização de estabelecimentos comerciais, o Corpo de Bombeiros esteve em 80 locais para dar orientações e, em apenas um caso, houve necessidade de autuação. Já o DF Legal fiscalizou 198 estabelecimentos e autuou 42, sendo que 26 foram interditados e 28 foram fechados por descumprir medidas sanitárias de contenção do novo coronavírus, como aglomeração de pessoas ou falta do uso de máscara.

A operação foi realizada em 26 regiões do DF e, nessa sexta-feira, o foco foi as cidades de Ceilândia e Taguatinga. O secretário de Segurança Pública, delegado Anderson Torres, acompanhou a ação. O chefe da pasta informou que, por meio da Operação Quinto Mandamento, as atividades da segurança pública foram otimizadas tanto no que diz respeito ao investimento dos recursos quanto ao uso de inteligência e gestão de informações. “A definição da região administrativa depende da avaliação dos dados, que é feita semanalmente, de forma técnica, com base no dia, horário e local de incidência criminal. Importante deixar claro que a Operação é realizada de forma extraordinária, ou seja, independe da ação rotineira de cada órgão participante”, disse o secretário Anderson Torres.

  • Operação Quinto Mandamento
    Operação Quinto Mandamento Foto: Divulgação SSP/DF
  • Operação Quinto Mandamento
    Operação Quinto Mandamento Foto: Divulgação SSP/DF

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação