Tráfico

Grupo é preso com anabolizante de origem indiana e remédio abortivo

Os suspeitos vendiam cocaína e um medicamento usado em abortos, conhecido como Cytotec

Correio Braziliense
postado em 02/09/2020 18:18 / atualizado em 02/09/2020 18:57
 (foto: PCDF/Divulgação)
(foto: PCDF/Divulgação)

Agentes da Coordenação de Repressão aos Crimes Contra o Consumidor, a Propriedade Imaterial e a Fraudes (Corf), da Polícia Civil, prenderam três homens suspeitos de traficar drogas no Distrito Federal e no Entorno. Os suspeitos foram encontrados nessa terça-feira (1°/9), em Sobradinho e em Águas Lindas de Goiás. 

De acordo com informações da Polícia Civil, os presos se associaram para comercializar cocaína em Águas Lindas de Goiás, Ceilândia e Gama. Eles recrutavam adolescentes para fazer a entrega das drogas.

Além disso, os suspeitos vendiam um medicamento usado em abortos, conhecido como Cytotec. A substância, que tem fornecimento proibido no Brasil, era comercializada a R$ 700. Ao todo, 41 caixas do remédio foram apreendidas.

Os policiais também encontraram um anabolizante de origem indiana, duas porções de cocaína e uma balança de precisão. O grupo foi identificado durante uma investigação de um crime de estelionato.

Os investigadores levaram os presos para a carceragem do Departamento de Polícia Especializada (DPE). Eles responderão por tráfico de drogas, associação para o tráfico e crime contra a saúde pública.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação