R$ 120 MILHÕES

Lotofácil sorteia maior prêmio da história hoje; apostas vão até 19h

Apostas podem ser feitas pela internet ou nas casas lotéricas e custam a partir de R$ 2,50. O concurso especial de Independência não acumula

Jaqueline Fonseca
postado em 12/09/2020 07:00
André (esq.) e a família fizeram um bolão de R$ 120. A cota custava R$ 10. Gercino (dir.) faz uma fezinha a cada 15 dias:
André (esq.) e a família fizeram um bolão de R$ 120. A cota custava R$ 10. Gercino (dir.) faz uma fezinha a cada 15 dias: "Eu estou muito animado" - (crédito: Arquivo Pessoal)

Neste sábado (12/9), a Caixa Econômica Federal sorteia os números da Lotofácil da Independência. É o maior prêmio da história do concurso, são R$ 120 milhões. As apostas podem ser feitas até as 19h nas casas lotéricas ou via internet. Para levar a bolada, o sortudo precisa acertar as 15 dezenas sorteadas no volante com 25 opções. Desde a criação da Lotofácil, em 2003, 277 brasilienses marcaram os 15 números.

O prêmio da edição especial em comemoração ao 7 de Setembro, Dia da Independência, não acumula. Se ninguém acertar todas as dezenas, o valor será distribuído entre os apostadores que marcarem 14 dos números sorteados. Com uma aposta simples, de R$ 2,50, a chance de alguém assinalar as 15 dezenas é de uma em 3.268.760.

Professor do Departamento de matemática da Universidade de Brasília (UnB), Diego Marques avalia que o fato de o prêmio não acumular atrai o interesse de mais pessoas. “A chance de ter apostas vencedoras aumenta. Caso nenhuma pessoa acerte as 15 dezenas entre as 25, então, ganha quem acertar 14. E é 15 vezes mais fácil alguém acertar as 14 do que as 15. Vai virando uma bola de neve. Acertar 13 números é 105 vezes mais fácil, por exemplo. Então, a ideia é de que muita gente possa ganhar”, explica o docente.

Em todas as edições do concurso Lotofácil da Independência, que começou em 2012, o prêmio foi dividido. De lá pra cá, mais de R$ 600 milhões foram pagos a 251 vencedores, eles ganharam de R$ 1 a R$ 8 milhões cada. O professor de matemática ressalta que o valor, mesmo que dividido, pode garantir bons rendimentos. “Hoje, a poupança dá, aproximadamente, 0,11% ao mês, parece pouco, pode ser, mas se você ganha sozinho os R$ 120 milhões, esse dinheiro ia gerar R$ 132 mil por mês na poupança, e se você acerta, no caso, com mais 11 pessoas, cada uma ganha R$ 10 milhões, isso geraria R$ 11 mil por mês na poupança.”

Volante na mão

Gercino Moraes, 63 anos, confia que pode ficar rico hoje! Apostador frequente, o morador do Guará faz um pequeno investimento a cada quinze dias, às vezes dá sorte de ganhar de R$ 100 a R$ 300, desta vez está de olho nos R$ 120 milhões. “É muito dinheiro, né? Eu quitaria apartamento, viajaria e ajudaria meus amigos. E eu estou muito animado, porque tenho acertado muitos números. Eu cheguei a marcar 14 um dia desses”, disse o aposentado.

André Rosa, 32 anos, morador Guará, sonha em mudar de vida. Ele fez duas apostas na Lotofácil da Independência, sendo uma simples, no valor de R$ 2,50, e outra com a família. Eles fizeram um bolão de R$ 120, com cota de R$ 10. “Estou torcendo pra ser o ganhador. Com os R$ 120 milhões pretendo primeiramente ajudar meus familiares e depois investir em imóveis, o resto vou poupar. Com tempo e com calma, vou ajustando o que fazer com essa bolada toda.”

Os números do concurso n° 2.030 — Lotofácil da Independência — serão sorteado, hoje, no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo, com transmissão ao vivo pela RedeTV, a partir das 20h.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação