Coronavírus

Resumo do Dia: Confira as notícias sobre a pandemia no DF nesta quarta

DF tem queda no número de contágio, denunciados da Operação Falso Negativo compraram mais testes do que a capacidade de aplicar e um projeto de lei quer identificar os recuperados de covid-19

Correio Braziliense
postado em 16/09/2020 21:30
Denunciados da Operação Falso Negativo compraram mais testes do que a capacidade da pasta de aplicar e de armazenar -  (crédito: Leopoldo Silva/Agência Senado)
Denunciados da Operação Falso Negativo compraram mais testes do que a capacidade da pasta de aplicar e de armazenar - (crédito: Leopoldo Silva/Agência Senado)

Retomada - Os restaurantes da cidade investiram em protocolos de segurança para atrair os clientes de volta, com um esquema reforçado nas medidas sanitárias. Expectativa é que movimento volte a subir até o fim do ano. As visitas presenciais no Complexo Penitenciário da Papuda foram retomadas nesta quarta: neste primeiro momento, apenas um parente poderá visitar o detento, mas sem contato físico. O encontro terá duração de, no máximo, uma hora.

Operação Falso Negativo - A Secretaria de Saúde comprou mais testes do que era capaz de aplicar. Segundo o MPDFT, o ex-diretor do Laboratório Central do DF, Jorge Chamon, teria dito que 100 mil testes seriam suficientes para suprir a demanda do DF por 12 meses. Menos de 30 dias depois, o denunciado assinou um segundo procedimento licitatório.

Legislação - Um projeto de Lei que circula na CLDF propõe criar cadastro de curados da covid-19 no DF. Se aprovado, as redes de saúde pública e privada deverão encaminhar dados dos pacientes recuperados para sistema a ser criado pela Secretaria de Saúde.

Casos - Os casos de infecção de covid-19 no DF estão em queda, segundo boletim quinzenal do Observatório de Predição e Acompanhamento da Epidemia Covid-19 (PrEpidemia). O número de reprodução da doença caiu de 0,98 para 0,88, mas a previsão da pesquisa é de que, até 31 de dezembro, a capital federal chegue a 3.017 mortes.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação