Coronavírus

DF tem 3.031 mortes por covid-19 e mais de 180 mil casos

Segundo a Secretaria de Saúde, a maior parte dos casos de coronavírus foi registrada em Ceilândia e Taguatinga

Correio Braziliense
postado em 17/09/2020 19:46 / atualizado em 17/09/2020 20:00
Desde o início da pandemia, o DF contabiliza 180.844 de covid-19.  -
Desde o início da pandemia, o DF contabiliza 180.844 de covid-19. -

O Distrito Federal registrou 1.021 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde do DF nesta quinta-feira (17/9). No total, são 180.844 casos no Distrito Federal.

A Secretaria ainda notificou mais 22 mortes pelo novo coronavírus, chegando a 3.031 óbitos. Ontem o DF passou a marca de 3 mil vítimas de covid-19. As mortes aconteceram entre 1º de agosto e 17 de setembro. A maior parte das vítimas sofria de alguma comorbidade, como distúrbios cardiovasculares ou metabólicos.

Segundo os dados da Secretaria, a maior parte das mortes notificadas hoje aconteceu entre homens (54%) e idosos com mais de 80 anos (31,8%). Todas as vítimas moravam no Distrito Federal. A maior parte dos infectados por coronavírus está nas regiões de Ceilândia (13%) e Taguatinga (9%).

No entanto, a região com maior proporção de casos de covid-19 é Sobradinho, com cerca de 9 mil casos por 100 mil habitantes, seguido por Lago Sul e Taguatinga — as duas regiões com cerca de 7 mil casos por 100 mil habitantes.

De acordo com o levantamento da Secretaria, apesar das mulheres serem mais contaminadas pelo coronavírus, com 53% dos casos, a maior incidência de mortes acontece entre homens, com 58,9% dos óbitos. Pessoas entre 30 e 49 anos foram as que tiverem maior ocorrência da doença.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação