Transporte

MPDFT cobra Secretaria de Mobilidade sobre situação das paradas de ônibus

A Procuradoria Distrital dos Direitos do Cidadão enviou ofício à secretaria em 8 de setembro

Correio Braziliense
postado em 18/09/2020 20:46
Segundo pesquisa, 40% dos usuários considera que a proteção do sol e de chuvas das paradas é péssima.  -
Segundo pesquisa, 40% dos usuários considera que a proteção do sol e de chuvas das paradas é péssima. -

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) cobrou a Secretaria de Mobilidade (Semob) sobre o descaso com as paradas de ônibus do DF. Em ofício enviado pela Procuradoria Distrital dos Direitos do Cidadão (PDDC), assinado pelo procurador José Eduardo Sabo, o órgão pede um levantamento do estado de conservação de todas as paradas de ônibus do DF.

Segundo o órgão, em pesquisa levantada pelo projeto “Como anda meu ônibus”, 40% dos usuários entrevistados considera que em relação a proteção do sol e de chuvas, a qualidade estrutural das paradas são péssimas.

Ainda segundo o projeto, quanto à iluminação pública perto das paradas de ônibus, cerca de 60% dos usuários avalia esse fator como péssimo (34%) ou ruim (26%). De acordo com o MPDFT, no orçamento de 2019, estavam previstos apenas R$ 33 mil para a manutenção das estruturas e esse valor nem chegou a ser executado.

“Reconhecemos que a condição precária das paradas representa grande sofrimento para os usuários do transporte público. O tempo de espera dos coletivos é muitas vezes longo e não há proteção contra o sol, a chuva e um mínimo de conforto. Nesse sentido, a PDDC espera que a Secretaria desenvolva um trabalho sério e com resultados para a sociedade. Inclusive, além da reforma das paradas, seria interessante campanhas de conscientização para a manutenção”, afirma Sabo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação