Mortes pela covid-19 chegam a 3.037

Thais Umbelino
postado em 18/09/2020 22:45 / atualizado em 18/09/2020 22:47
 (crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press                              )
(crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press )

Em 24 horas, o Distrito Federal registrou 1.075 casos de covid-19 e alcançou a marca de 181.919 pessoas infectadas pelo novo coronavírus e 3.037 mortes — 248 vítimas eram residentes de outros estados. Do total de casos notificados, 170.627 são pacientes considerados recuperados.
Ontem, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica contabilizou 15 vítimas, sendo 13 moradores da capital e duas de Goiás. De acordo com o órgão, as mortes ocorreram entre 9 de julho e 18 de setembro. A maioria das vítimas era homem (8) e apresentava algum tipo de comorbidade.
Segundo dados da Secretaria de Saúde, mais de 53% dos infectados são mulheres (97.896) e 46,2%, homens (84.023). Apesar de maioria, o sexo feminino apresenta menor incidência de morte, com 1.250 óbitos contra 1.787, do sexo masculino. As comorbidades mais comuns entre as vítimas da covid-19 são doenças cardíacas, distúrbios metabólicos e doenças respiratórias.
Do total de casos confirmados, a faixa etária com mais incidência do vírus é em pessoas de 30 a 49 anos. No entanto, a maior letalidade é observada no grupo de pacientes com 80 ou mais. Entre os profissionais de saúde, há 6.174 ocorrências de infecção, na Segurança Pública, são 1.568 notificações do novo coronavírus.
No caso das regiões do Distrito Federal, Ceilândia continua na frente, com maior número de infectados e vítimas da doença, 22.143 e 560, respectivamente. Em seguida vem Taguatinga, com 14.831 casos e 304 mortes; e o Plano Piloto com 14.385 e 203 óbitos.

Gestão

O desafio diante do crescente número de casos e mortes pela covid-19, agora, está nas mãos do novo secretário de Saúde, Osnei Okumoto. Ele reassumiu o cargo ontem, após nomeação divulgada em Diário Oficial do Distrito Federal (DODF). Osnei volta à função depois que Francisco de Araújo, preso na operação Falso Negativo, que investiga irregularidades na compra de testes para a covid-19, foi exonerado.

Morte em Alto Paraíso (GO)

Há 224 quilômetros de Brasília, o município de Alto Paraíso de Goiás teve a primeira morte em decorrência da covid-19 registrada. A informação foi divulgada em boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde da cidade goiana, na quinta-feira. Segundo a prefeitura, a vítima foi identificada como Luiz Cláudio Vita, que era responsável pelo Sítio Vita Parque, conhecido na região. O paciente foi encaminhado ao Hospital de Campanha de Águas Lindas ao apresentar os sintomas da doença, mas não resistiu e faleceu.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação