Capital S/A

"É a integração efetiva de todos os setores produtivos, legitimamente representados, com o Estado que resultará em benefícios positivos para toda sociedade", Jamal Bittar, presidente da FIBRA-DF

Samanta Sallum
postado em 24/09/2020 22:50
 (crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press - 1/7/19)
(crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press - 1/7/19)

O sucesso de uma Brasília pouco conhecida


Marcas e produtos brasilienses ganham o Brasil e o mundo.
Alguns destaques da força produtiva da capital federal:

» O pão de queijo produzido aqui é saboreado por americanos e europeus. A típica delícia mineira virou produto exportação do Distrito Federal. A nossa marca PaneBras envia 200 toneladas por mês ao mercado internacional.

» A maior unidade da fábrica Ball, de latinhas recicladas, está no DF.

» Quem ama pets conhece a ração para cachorros FVO. Mas, talvez, não saiba que é outra marca da cidade.

» A Diviforma é a segunda maior fabricante de divisórias do Brasil. E tem mais. Acompanhe a coluna e conheça o universo de produtos e empresas que colocam o DF em posição de destaque no setor produtivo. Você vai se surpreender.

Vitória no STF

O Supremo garantiu os recursos para manter o Sistema S, ameaçado por uma ação judicial. A decisão foi muito comemorada pelas entidades da indústria, comércio e agricultura. Por 6 a 4, foi confirmada, na quarta-feira, a legalidade dos recursos para o setor. Foi mantida a cobrança de contribuições sobre a folha de salários para manutenção do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), da Apex-Brasil e da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). Com a decisão, mais de mil casos que estavam aguardando posição definitiva da Corte sobre a questão devem ser destravados nos tribunais de todo o país. “Atacar o Sistema S é atacar a população mais necessitada. É inegável o resultado da prestação de serviços de assistência social, saúde e capacitação que são realizados”. Valdir Oliveira, superintendente do Sebrae- DF e um dos mais empenhados na defesa dos recursos.

Desenvolve-DF e Pró-Rural

Representantes de todos os setores produtivos do DF reuniram-se, ontem, com o novo secretário de Empreendedorismo do DF, Mario da Mata, na sede da Fibra. As federações participam da elaboração do novo Desenvolve-DF. Nos próximos dias será assinado decreto pelo governador Ibaneis Rocha para melhorar os incentivos estatais ao setor. Segundo Mata, a meta é regulamentar os antigos processos do antigo PRÓ- DF até 4 de fevereiro de 2021. A Secretaria de Empreendedorismo foi criada em maio de 2020, voltada ao micro e pequeno empreendedor. Das cerca de 350 mil empresas do Distrito Federal, 99% são micro a médias. “Estamos juntos com o setor produtivo constituindo as ações que realmente vão ajudar a impulsionar nossa economia, gerando mais emprego e renda”, afirmou o secretário. Já o Pró-Rural vai otimizar o uso de áreas rurais ociosas para a instalação de indústrias agrícolas.

Feira orgânica drive-thru

 (crédito: CNA/Divulgação)
crédito: CNA/Divulgação

Amanhã, sábado (26), das 9h às 15h, será realizada a segunda edição da Feira Segura no sistema drive-thru, no estacionamento 3 do Parque da Cidade. Será possível encontrar 200 tipos de alimentos orgânicos, como frutas, verduras, hortifrúti, doces, leite e derivados, carnes, entre outros. Os consumidores poderão escolher os produtos e fazer o pagamento nos cartões de crédito e débito sem sair do veículo. A feira conta com o apoio do Sistema CNA/Senar, das secretarias de Agricultura e de Turismo e Federação de Agricultura e Pecuária do DF.

A rainha do gesso

 (crédito: Arquivo pessoal)
crédito: Arquivo pessoal

A pernambucana Eva Modesto Morais, 42 anos, chegou a Brasília em 2004, apostando no potencial do mercado candango. Abriu a primeira loja de venda de materiais de construção em Ceilândia. O sucesso e a expansão dos negócios a fizeram ser conhecida como ‘a rainha do gesso’. E depois de ouvir tanto isso, acabou se convencendo a dar o mesmo nome à sua loja. “Eu estava recém-separada, num novo momento profissional, então simbolizou um renascimento para mim”, Um dos diferenciais dela foi investir no sistema construtivo inteligente, usando materiais sustentáveis de alta tecnologia. Mãe de três filhos, ela conta que a pandemia a fez pisar no freio. “Mas, desistir jamais”, afirma. Agora, está direcionando o negócio para o e-commerce, como forma de se adaptar aos novos tempos.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação