SEGURANÇA PÚBLICA

Fornecedores de maconha que agiam em Ceilândia são presos

Os suspeitos foram detidos pela Polícia Civil em Samambaia e no Recanto das Emas e a polícia apreendeu caderno com anotações, maconha, dinheiro e balança de precisão

Sarah Peres
postado em 03/10/2020 09:34
 (crédito: PCDF/Divulgação)
(crédito: PCDF/Divulgação)

Agentes da 23ª Delegacia de Polícia (Setor P Sul — Ceilândia) prenderam dois homens acusados de traficar drogas na cidade. Os suspeitos são apontados pelos investigadores como os responsáveis pela distribuição de entorpecentes, sobretudo, no Setor P Sul. A prisão ocorreu na quinta-feira (1º/10), por meio da Operação Rocket Man. 

Segundo o delegado-adjunto Douglas Fernandes, a investigação dos acusados começou há cerca de três meses. "Conseguimos identificar integrantes de uma associação criminosa voltada para o tráfico, que realizava o abastecimento de drogas na região. Realizamos a campana visando a prisão dos envolvidos. Um eles foi cacpturado em Samambaia e o outro, no Recanto das Emas", explica. 

O suspeito que mora em Samambaia foi encontrado com três tijolos de maconha, uma balança de precisão, uma faca e dinheiro. O segundo envolvido foi detido no Recanto das Emas. Na casa dele, os policiais encontraram 20 tijolos e três tabletes de maconha, pouco mais de R$ 4,2 mil, balança de precisão, facas e um caderno contendo anotações.

"Neste caderno, possivelmente, há informações importantes sobre a contabilidade desse grupo criminoso. Portanto, as investigações continuam. Os dois homens foram presos em flagrante por tráfico de drogas, além de associação para o tráfico", finaliza o delegado Douglas Fernandes. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação