AÇÃO SOCIAL

Atendimento gratuito no Sol Nascente

Correio Braziliense
postado em 03/10/2020 23:30
 (crédito: Cristiano Costa/Sesc-DF/Divulgação)
(crédito: Cristiano Costa/Sesc-DF/Divulgação)

Cerca de 15 mil moradores de três regiões administrativas do Distrito Federal serão atendidos em uma série de ações sociais do Serviço Social do Comércio no Distrito Federal (Sesc-DF). Ontem, na estreia do Vila Sesc Mais Saúde, o Sol Nascente recebeu profissionais de saúde, das 9h às 15h, que realizaram exames preventivos ginecológicos, consultas de clínica geral e a aplicação de 2,5 mil testes para detecção da covid-19. Os atendimentos continuam hoje e, nos próximos fins de semana, a ação chegará ao Itapoã e ao Riacho Fundo 1.
A estrutura conta com 20 pontos de coleta de testes para detecção do novo coronavírus, cujos resultados sairão em até 24 horas. Laboratório parceiro é responsável pela emissão dos laudos. Há, ainda, seis consultórios médicos para atendimentos em clínica geral e quatro para exames de papanicolau e mamografia, voltados a mulheres de 25 a 64 anos. Nesse caso, os resultados ficarão disponíveis em até uma semana. Os moradores que passam pela vila também recebem lanche e kit com máscara protetora e preservativo.
A intenção, segundo o presidente do Sistema Fecomércio-DF, Francisco Maia, é tornar a ação permanente. “Esse trabalho social do Sesc-DF é importante porque atende a comunidade mais vulnerável do Distrito Federal, principalmente neste momento de pandemia em que a maioria das pessoas nessas cidades não têm acesso à testagem e à assistência médica”, disse.
Rosineide Rodrigues Batista foi uma das moradoras contempladas, fez teste para detecção do novo coronavírus e exame ginecológico. Não tenho condições de pagar um exame, estou desempregada, tenho três filhos e não consegui atendimento antes”, conta. Ela vive no Sol Nascente há 11 anos e está desempregada há mais de quatro meses em razão da pandemia.

Apoio

Quarenta militares das Forças Armadas e Fuzileiros Navais de Brasília prestaram apoio à ação. A Secretaria de Saúde do DF deu auxílio técnico e a Administração Regional da cidade também apoiou o evento. Os atendimentos são feitos por equipe multidisciplinar de profissionais das coordenações de Assistência, Serviços de Alimentação e Nutrição, Serviços Odontológicos e Serviços Médicos e Educação em Saúde do Sesc-DF e das áreas de logística e administrativa da entidade.
Também estiveram presentes à vila ontem o diretor regional do Sesc-DF, Marco Túlio Chaparro, a diretora da área de Programas Sociais do Sesc-DF, Nina Fontes, e autoridades políticas e militares. Durante o mês, 15 mil testes de covid-19 devem ser aplicados, 420 consultas em clínica geral realizadas e 900 mulheres atendidas com exames preventivos.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação