SEGURANÇA

Justiça quer plano de obras para ala de presos que fugiram da Papuda

Juíza da Vara de Execuções Penais deu 30 dias à Secretaria de Administração Penitenciária para apresentar plano de obras para a ala cujo teto podre facilitou fuga de presos

Sarah Peres
postado em 15/10/2020 15:29 / atualizado em 15/10/2020 16:00
Fuga de 17 detentos da Papuda foi facilitada por teto apodrecido -  (crédito: Reprodução)
Fuga de 17 detentos da Papuda foi facilitada por teto apodrecido - (crédito: Reprodução)

A Vara de Execuções Penais (VEP) determinou o prazo de 30 dias para que a Secretaria de Administração Penitenciária do Distrito Federal (Seap) apresente um plano de obras detalhado para a recuperação da Ala C do Bloco 1 do Centro de Detenção Provisória (CDP I), no Complexo Penitenciário da Papuda. A deliberação ocorreu nesta quinta-feira (15/10), após reunião entre as entidades.

Na quarta-feira (14/10), a juíza Leila Cury já havia determinado a interdição da ala onde estavam os 17 presos que fugiram pelo teto do prédio, fundado em 1973. Os internos alojados na Ala C foram realocados dentro do sistema carcerário. Atualmente, o CDP abriga 3.409 detentos, mas tem capacidade para 1.679, conforme dados da Seap.

Segundo determinação da magistrada, a Seap precisa indicar, no projeto de recuperação da estrutura, os ajustes que serão realizados, assim como o material a ser utilizado, mão de obra e cronograma de entrega. Além disso, foi solicitado que o CDP instaure imediatamente inquérito disciplinar para apuração dos fatos e coleta de depoimento dos presos.

Relação dos internos

Ainda em reunião, a juíza Leila Cury solicitou que a Seap realize a transferência de todos os presos do regime fechado — ou seja, já condenados pela Justiça, que estejam alocados no Centro de Detenção Provisória, espaço voltado para internos que estão detidos provisoriamente, aguardando julgamento. A secretaria tem 10 dias para efetivar a realocação desses internos, com exceção de idosos ou daqueles com prerrogativa de alocação na Ala B do Bloco 5.

A titular da Vara de Execuções Penais também apresentou o prazo de 20 dias para que a Secretaria de Administração Penitenciária apresente, nominalmente, os presos do regime semiaberto que estão detidos no CDP. A pasta precisa ainda detalhar a vigência ou não vigência de benefícios externos, tal como trabalho externo e saídas temporárias. Por fim, a magistrada cobrou o plano de transferência desses internos para outras unidades prisionais compatíveis.

“A situação do CDP sempre causou extrema preocupação para este Juízo, por ser o presídio mais antigo do sistema penitenciário do DF, bem como por ter estrutura arquitetônica bastante frágil”, destaca a juíza Leila Cury. A magistrada relembra que, neste ano, interditou as Alas A e B do CDP por conta da fragilidade estrutural do prédio. À época, o sistema carcerário havia registrado a fuga de três detentos.

Confira abaixo o perfil dos fugitivos. Quem tiver quaisquer informações sobre os internos pode denunciar anonimamente pelo 190 e pelo 197.

Foragidos

Paulo Henrique Silva de Castro
Responde por homicídio qualificado e tentado; roubo qualificado; e corrupção de menores
Sem sinais

Wanderson da Silva Santos
Responde por homicídio, receptação e uso de documento falso
Sem sinais

Erison Vieira de Moraes
Responde por roubo qualificado e adulteração de sinal identificador de veículo
Sinais: corte no dorso inferior; palhaço no dorso direito; duende e letras orie no braço direito; india taila na batata da perna direita; e aguia no dorso esquerdo

Gabriel Nathan da Rocha Bessio, vulgo "Frajola"
Responde por tráfico de drogas, corrupção de menores e posse de drogas
Sinais: tatuagens de "Murilo Henrique" no antebraço esquerdo e Letra na mão direita

Carlos Cauan da Silva Campos
Responde por furto qualificado e resistência
Sinais: sem informações

Lucas Caldeira da Silva
Responde por causar incêndio e furto qualificado
Sinais: tatuagem da letra "L" no braço direito


Recapturados

Antônio Marcos da Silva de Souza, vulgo "Bebê"
Responde por roubo qualificado
Sem sinais

Márcio Vinícius de Souza Andrade
Responde por homicídio qualificado
Sinais: cicatriz de circulos por queda de moto no abdômen e no joelho direito

Anderson Ferreira Abade
Responde por homicídio consumado e tentado qualificados e por roubo qualificado
Sinais: tatuagem tribal no antebraço esquerdo

Romildo Santos da Silva
Responde por tráfico de drogas
Sinais: sem informação

Thiago Henrique Souza Silva
Responde por roubo qualificado
Sinais: tatuagens de "diabo" no abdômen e "santa" no ombro esquerdo; e sinal de cirurgia no abdômen

Ismauro Gonçalves de Oliveira
Responde por roubo e furto qualificado
Sinais: tatuagens de "3M" no antebraço esquerdo, "1S" na mão direita e aguia no braço esquerdo; cortes na canela direita

Francisco Hebert Aragão Moura
Responde por homicídio qualificado
Sinais: sem informação

Mádeson Ferreira Abade
Responde por homicídio qualificado e ocultação de cadáver
Sinais: tatuagem de punhal no antebraço direito

Abraão Zadoque da Silva Melo
Responde por roubo
Sinais: sem informação

Jonas dos Santos de Sousa
Responde por homicídio qualificado, roubo e furto qualificado, e receptação
Sinais: tatuagens de pantera no antebraço esquerdo e carpa na mão esquerda

Bruno Pereira Barbosa de Souza
Responde por roubo qualificado
Sinais: sem informações

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação