Crime

Polícia apreende 55 galos usados em rinhas em chácara de Brazlândia

As aves apresentavam lesões na cabeça e no peito, o que comprovou que os animais estavam sendo utilizados em rinhas

Darcianne Diogo
postado em 15/10/2020 18:05 / atualizado em 15/10/2020 18:06
O treinamento dos animais envolvia uma rotina de maus-tratos -  (crédito: PCDF/Divulgação)
O treinamento dos animais envolvia uma rotina de maus-tratos - (crédito: PCDF/Divulgação)

Cinquenta e cinco galos foram apreendidos em uma operação deflagrada pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), nesta quinta-feira (15/10), em uma chácara em Brazlândia. A ação foi coordenada pela 18ª Delegacia de Polícia. 

Segundo o delegado-adjunto da 18ª DP, Ronney Teixeira, alguns dos animais eram criados desde o nascimento e, em seguida, treinados para participar de rinhas. Outras aves eram compradas em outros lugares e levadas para a chácara. "Conseguimos constatar que alguns dos galos tinham lesões na cabeça e no peito, lesões comprovatórias das brigas", detalhou. 

Ao chegarem no endereço, os policiais localizaram os galos acondicionados em gaiolas estreitas, com pouca ventilação. O ambiente era sujo e não atendia às normas sanitárias, conforme explicou o delegado. "Os treinamentos pelos quais esses animais passam envolvem abusos físicos e ferimentos, nada mais sendo do que uma vida de sofrimento e dor para o destino de lesões e morte", disse o investigador. 

O tutor dos animais, um homem de 39 anos, está preso pelo crime de tráfico de drogas e, além desse delito, foi indiciado pelo crime de maus-tratos, estando sujeito a uma pena de detenção de três meses a um ano, por cada animal abusado.

  • Foto 3
    Foto 3 Foto: PCDF/Divulgação
  • Foto 2
    Foto 2 Foto: PCDF/Divulgação
  • Foto 1
    Foto 1 Foto: PCDF/Divulgação
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação