PECUÁRIA

Em 2019, produção de mel cresceu 24,9% no DF; total chegou a 14 toneladas

Pesquisa do IBGE também revelou alta de 4,6% na produção de ovos de galinha. Por outro lado, DF registrou queda de 5% na produtividade de leite no ano passado

Correio Braziliense
postado em 15/10/2020 20:24 / atualizado em 15/10/2020 22:54
 (crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
(crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

O Distrito Federal apresentou alta na produção de mel e ovos. É isso que aponta a Pesquisa da Pecuária Municipal (PPM), divulgada nesta quinta-feira (15/10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

Os estudos mostraram que a capital federal produziu 14 toneladas de mel de abelha durante o ano de 2019, frente às 11 toneladas de 2018 — um crescimento de 24,9%. O valor da produção também subiu: de R$ 249 mil, em 2018, para R$ 415 mil no ano passado, representando uma alta de 66,7%. 

Outro destaque está na produção de ovos de galinha. Houve aumento de 4,6% no período analisado, com a a quantidade passando de 19,3 milhões para 20,1 milhões de dúzias. O valor de produção em 2019 chegou a R$ 92,5 milhões, contra R$ 80,4 milhões em 2018.

A pesquisa ainda detalha a aquicultura da capital, que rendeu uma cifra de R$ 17,32 milhões em 2019, O resultado evidencia, principalmente, o crescimento na produção de tilápia, que correspondeu a 85,05% do total. A produtividade dessa espécie de peixe no ano chegou a 1.473 toneladas, 26,67% a mais que em 2018.

Na produção de leite de vaca, o DF ficou em oitavo lugar entre as unidades da Federação com maior produtividade no ano passado. O total chegou a 1.950 litros por vaca. Ainda assim, o resultado anual apresentou queda de 5%, com diminuição de 30,8 milhões de litros, em 2018, para 29 milhões, em 2019. O quantitativo de equinos também teve queda e foi o segunda menor do país, mesmo com aumento de 146,6% na criação desses animais entre 2010 e o ano passado.

  • Abelhas da espécie apis mellifera, conhecida como abelha-europeia, são nativas do Brasil e correm risco
    Abelhas da espécie apis mellifera, conhecida como abelha-europeia, são nativas do Brasil e correm risco Foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
  • Abelhas na primavera
    Abelhas na primavera Foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
  • Cuidados ao manipular ou retirar as abelhas e por isso e necessario uma ajuda especializada. Apicultor Adao Batista da Silva com abelhas europa.
    Cuidados ao manipular ou retirar as abelhas e por isso e necessario uma ajuda especializada. Apicultor Adao Batista da Silva com abelhas europa. Foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
  • Adão Batista destaca a importância de usar equipamentos de proteção para lidar com o apiário
    Adão Batista destaca a importância de usar equipamentos de proteção para lidar com o apiário Foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação