Fugitivo da Papuda fez mulher e criança reféns

Darcianne Diogo
postado em 17/10/2020 07:00
 (crédito: PCDF/Reprodução)
(crédito: PCDF/Reprodução)


A Polícia Militar recapturou Erison Vieira de Moraes — um dos 17 detentos que fugiram do Centro de Detenção Provisória (CDP I), no Complexo Penitenciário da Papuda — na noite de ontem. O homem mantinha uma mulher e uma criança reféns na Chácara 118 do Sol Nascente, segundo informaram fontes policiais ao Correio. Até o fechamento desta edição, 12 presos haviam sido recapturados. A fuga aconteceu na quarta-feira.

O sargento Marcondes de Freitas, que atendeu a ocorrência, contou que a equipe patrulhava a região quando recebeu um chamado da filha da vítima, por volta das 19h30, avisando que a mãe estava sendo mantida em cárcere privado por um desconhecido. “Quando chegamos ao local, nos deparamos com o detento segurando uma faca em direção ao pescoço da senhora. Pedimos para que ele largasse a vítima e se entregasse”, detalhou o militar.

Aos policiais, a mulher disse que o homem entrou na casa, ontem, por volta das 17h30 e fez a ela e ao neto de reféns. Ele teve lesões no pescoço. Policiais penais reconheceram o fugitivo, que foi encaminhado à 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia Centro).

Interdição

O CDP I é um dos presídios mais antigos da Papuda. Fundada em 1973, a unidade abriga 3.409 detentos, mas tem capacidade para 1.679, segundo a Secretaria de Administração Penitenciária do DF (Seape). No dia do ocorrido, na quarta-feira, a juíza titular da Vara de Execuções Penais (VEP), Leila Cury, visitou a unidade prisional e determinou a interdição da ala.

 

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação