Administração Pública

Servidores da Secretaria de Tecnologia voltam ao trabalho presencial

Apenas pessoas com comorbidades, gestantes, lactantes e maiores de 60 anos continuarão em teletrabalho

Jéssica Moura
postado em 21/10/2020 11:28 / atualizado em 21/10/2020 11:28
Apenas algumas categorias, como os servidores acima de 60 anos e com comorbidades, poderão continuar em teletrabalho -  (crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Apenas algumas categorias, como os servidores acima de 60 anos e com comorbidades, poderão continuar em teletrabalho - (crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Depois da edição do decreto do governador Ibaneis Rocha (MDB), que autorizou a retomada do trabalho presencial pelos servidores do Executivo do Distrito Federal, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação publicou uma portaria em que regulamenta o retorno dos trabalhadores do órgão. O ato foi divulgado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta quarta-feira (21/10).

Com a norma do Buriti, os secretários e titulares de entidades ficaram responsáveis pela definição do contingente dos trabalhadores que voltaria ao trabalho in loco.

Por isso, no texto que regulamentou a retomada, o secretário Gilvam Máximo determinou que o regime de teletrabalho só será aplicado em situações excepcionais. O condição abrange maiores de 60 anos, pessoas com comorbidades, gestantes, lactantes e aqueles com suspeita de infecção pela covid-19.

O diretor da Fundação de Apoio à Pesquisa ligada ao órgão, Marco Antônio Costa, também publicou regras para volta ao trabalho na unidade seguindo as orientações da pasta. Na secretaria de Esporte e do Trabalho, os servidores também já retornaram às atividades presenciais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação