Economia

Iges-DF quer captar R$ 160 milhões em emendas parlamentares

A expectativa é conseguir R$ 58 milhões em emendas da bancada distrital e cerca de R$ 103 milhões do bloco federal

Correio Braziliense
postado em 22/10/2020 08:26
 (crédito: Antonio Cunha/CB/D.A Press                     )
(crédito: Antonio Cunha/CB/D.A Press )

O Instituto de Gestão Estratégica de saúde do Distrito Federal (Iges-DF) pretende captar R$ 161 milhões em emendas parlamentares para viabilizar, em 2021, 35 projetos considerados prioritários para a melhoria do atendimento na rede pública de Saúde e nas unidades administradas pela instituição.

Com esse objetivo, na próxima semana, o presidente do Iges-DF, Paulo Ricardo Silva, apresentará aos deputados distritais, federais e senadores a carteira de projetos do instituto para 2021. A expectativa é conseguir R$ 58 milhões em emendas da bancada distrital e cerca de R$ 103 milhões do bloco federal.

Entre os projetos a serem apresentados, estão a construção de mais quatro Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) – em Planaltina, Vicente Pires,  Arniqueiras e Estrutural – além da ampliação das áreas de Emergência e Pronto Socorro do Hospital de Base e a renovação do parque tecnológico do centro cirúrgico do Hospital Regional de Santa Maria.

Emendas

Cada deputado distrital tem direito de destinar, no orçamento do GDF para 2021, cerca de R$ 19,7 milhões em emenda parlamentar para obras e serviços. Os deputados federais e senadores, têm o limite é de cerca de R$ 16,3 milhões para cada, incorporados ao orçamento geral da União. 

*Com informações da Agência Brasília 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação