Danos morais

Justiça designa audiência de conciliação entre Ibaneis e Sara Winter

A audiência ainda não tem data definida, mas deve ocorrer virtualmente. Segundo decisão, ambas as partes concordaram com a sessão

Tainá Seixas
postado em 23/10/2020 19:56
 (crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press  )
(crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press )

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) designou uma audiência conciliatória entre o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, e Sara Giromini, conhecida como Sara Winter, líder do grupo bolsonarista 300 do Brasil.

A audiência será feita de forma virtual, por meio do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania de Brasília (CEJUSC). Na decisão interlocutória, a juíza também concedeu gratuidade de justiça à ré.

O governador do DF entrou com ação em julho pedindo indenização de R$ 50 mil por danos morais após a extremista emitir ofensas ao líder do Executivo local em vídeo. Na gravação, ela diz: “Eu, pelo menos, e todo mundo aqui dos 300, concordamos que Ibaneis é um p* de um bandido e o STF é uma ditadura comunista”. Logo depois, um coro, puxado por ela, grita: “Ibaneis bandido! STF comunista”.

O Correio não conseguiu localizar a atual defesa de Sara Giromini, uma vez que a antiga advogada informou não fazer mais defender a ativista. A reportagem entrou, também, em contato com a defesa de Ibaneis Rocha e aguarda retorno. O espaço segue aberto para manifestação.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação