Jovem de 16 anos é esfaqueado e morre no Itapoã

Conhecidos da vítima dizem que ele tinha se desentendido com um desafeto pouco antes do crime e recebido ameaças

Correio Braziliense
postado em 26/10/2020 14:15
 (crédito: Divulgação/PCDF)
(crédito: Divulgação/PCDF)

Um jovem de 16 anos morreu após ser esfaqueado na madrugada do último domingo (25/10) no Itapoã. O crime aconteceu por volta das 5h. Ele ainda ligou para a irmã antes de morrer para pedir ajuda, mas não resistiu aos ferimentos.

“Ele conseguiu ligar para familiares dizendo que havia sido atingido de raspão por um disparo de arma de fogo e pedia socorro para ser resgatado. Infelizmente, a família não conseguiu chegar a tempo e ele foi morto a facadas”, explicou a delegada-chefe da 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá), Jane Klebia.

Nos áudios, o garoto afirma que passou pela morte. “Os caras tentou (sic) foi me matar aqui, mano. Tá bem aqui agora me procurando. Se achar algum carro pra vir me resgatar aqui. Tô na mal”, diz, em uma das mensagens enviadas. Ele também afirma saber o responsável pelo crime..

Os investigadores analisam imagens de câmeras de segurança que flagraram dois suspeitos em fuga após o crime. Um deles, que aparece empurrando uma bicicleta, foi reconhecido por pessoas próximas ao jovem, que relataram ameaças pouco antes do homicídio.

O suspeito teria passado ao lado da vítima com uma faca, dizendo que iria voltar. O jovem chegou a falar, em outras ocasiões, que não podia passar por algumas regiões do Itapoã, pois haveria uma “guerra” nos locais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação