ENERGIA

Privatização da CEB terá lance inicial de R$ 1,4 bilhão em leilão

Aviso do leilão foi publicado nesta sexta-feira (6/11) no Diário Oficial do Distrito Federal. Propostas poderão ser entregues em 24 de novembro

Correio Braziliense
postado em 06/11/2020 20:59
Valor mínimo da venda da CEB foi fixado em R$ 1,4 bilhão, após avaliações do BNDES -  (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)
Valor mínimo da venda da CEB foi fixado em R$ 1,4 bilhão, após avaliações do BNDES - (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)

O processo de desestatização da Companhia Energética de Brasília (CEB) avançou nesta sexta-feira (6/11). O aviso de leilão foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal, e o valor mínimo para as propostas ficou definido em R$ 1.423.898.000,00. 

De acordo com o edital, o início da sessão pública do leilão está previsto para 27 de novembro, às 8h. As propostas poderão ser entregues em 24 de novembro, das 9h às 12h, na Rua XV de novembro, nº 275 – Centro, São Paulo. 

Em outubro, os acionistas aprovaram a privatização da CEB com 6.998.430 votos a favor e 1.058 contra. A decisão de desestatizar levou em consideração a situação econômico-financeira da sociedade,
especificando lucros ou prejuízos, endividamento interno e externo, nos últimos anos. 

O cronograma do leilão e outras informações referentes ao processo de privatização da Companhia Energética de Brasília poderão ser acompanhadas no site do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDS)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação