Semob fará audiência pública para debater concessão da Rodoviária do Plano

Projeto prevê contrato com duração de 20 anos, com investimento de R$ 190,6 milhões em obras que deverão priorizar a melhoria da mobilidade de passageiros

Washington Luiz
postado em 10/11/2020 10:03
Empresa que ganhar a concessão deverá modernizar o sistema de informações de apoio ao usuário nas plataforma -  (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press - 14/5/20)
Empresa que ganhar a concessão deverá modernizar o sistema de informações de apoio ao usuário nas plataforma - (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press - 14/5/20)

A Secretaria de Transporte e Mobilidade do Distrito Federal (Semob) realiza, nesta terça-feira (10/11), audiência pública para discutir a concessão da Rodoviária do Plano Piloto. O encontro está previsto para ocorrer a partir das 10h no auditório do Departamento de Estradas e Rodagens (DER). As discussões também serão transmitidas pelo canal do YouTube da pasta. Durante a sessão, os interessados poderão enviar contribuições por meio de mensagens de WhatsApp.

O projeto de concessão do terminal prevê um contrato com duração de 20 anos, com investimento de R$ 190,6 milhões em obras que deverão priorizar a melhoria da mobilidade de passageiros e veículos na rodoviária, por meio da adequação do modelo operacional do terminal.

Segundo o governo, a melhoria dos serviços na rodoviária deverá ocorrer principalmente por meio da modernização do sistema de informações de apoio ao usuário nas plataformas, além do serviço de controle do tráfego dentro do terminal. O projeto de concessão prevê, entre outras coisas, a construção de um Centro de Controle Operacional (CCO) em que todas as informações sobre a operação e segurança da rodoviária deverão ser integradas e disponibilizadas para os órgãos de segurança.

Os interessados também podem opinar sobre a iniciativa por meio de consulta pública, que permanece aberta até 24 de novembro. Para isso, basta enviar contribuições por escrito para o e-mail consultarodoviaria@semob.df.gov.br.

As contribuições da sociedade serão analisadas pela equipe técnica da Semob. Em seguida haverá a publicação do Relatório da Audiência e dos documentos (estudos e minutas) ajustados aos resultados da Consulta Pública. Após ajustes, os estudos e as minutas serão encaminhados para a Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), onde deverá ser aprovada a lei autorizativa da concessão e encaminhados ao Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação