Racha

Polícia Civil apreende carros usados para racha no DF

Os donos dos carros disputavam corridas durante as madrugadas nas pistas do DF. Ninguém foi preso. Os rachas eram combinados pelas redes sociais

Correio Braziliense
postado em 10/11/2020 11:59
 (crédito: PCDF)
(crédito: PCDF)

Na manhã desta terça feira (10), a Polícia Civil do Distrito Federal cumpriu mandados de busca e apreensão, em Ceilândia e Taguatinga, contra envolvidos em corridas ilegais de carros. Durante a Operação Racha, foram apreendidos dois veículos utilizados em rachas nos últimos meses em vias do DF. Ninguém foi preso.

Segundo as investigações, cerca de 30 veículos tinham as caraterísticas adulteradas para que, nas madrugadas, os donos dos carros disputassem corrida nas pistas da capital federal em eventos criados por meio de grupos de redes sociais. Além do crime de direção perigosa, previsto no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), foi apurado que os participantes consumiam bebidas alcoólicas antes das corridas, aumentando o risco para outras pessoas.

A investigação, que teve início com o registro de acidentes de trânsito e continua em andamento, verificou que os envolvidos divulgavam velocímetros que marcavam até três vezes a velocidade permitida da via em grupos e redes sociais.

Os donos dos veículos apreendidos na Operação Racha serão ouvidos pela Polícia Civil e poderão ser punidos pelos crimes de direção perigosa, associação criminosa, apologia ao crime e incitação ao crime. Todos eles podem somar sete anos de prisão.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação