Acidente

Cachorra é resgatada após cair em bueiro no Guará 2

Acidente aconteceu quando a dona e o animal caminhavam na QE 50. O Corpo de Bombeiros foi acionado para o resgate.

Jéssica Cardoso*
postado em 16/11/2020 17:34 / atualizado em 17/11/2020 01:06
 (crédito: Arquivo pessoal )
(crédito: Arquivo pessoal )

Na manhã desta segunda-feira (16/11), o Corpo de Bombeiros do Distrito Federal (CBMDF) foi acionado para resgatar uma cadela que caiu em um bueiro da QE 50, no Guará II. O animal, da raça buldogue-francês, foi resgatado sem ferimentos.

Moradora da região e dona do animal, Bruna da Silva Moreira, 34, contou que caminhava pela manhã quando a cachorrinha tentou mudar de direção e acabou caindo no bueiro que estava completamente aberto. “A gente não conseguiu ver o fundo nem o estado que ela estava. Só ouvíamos a respiração”, relatou Bruna. A moradora acredita que a quantidade de lixo que havia dentro do buraco amorteceu a queda.

Após conseguir uma escada e uma corda com os vizinhos, o marido de Bruna, com a ajuda de um trabalhador da região, entrou no buraco para pegar a cachorrinha. Bruna acionou o Corpo de Bombeiros que chegou ao local rapidamente. Os agentes do CBMDF retiraram os dois do buraco.

  • Cachorinha cai em bueiro no Guará 2
    O animal, da raça buldogue-francês, foi resgatado sem ferimentos. Arquivo pessoal
  • Cachorinha cai em bueiro no Guará 2
    Segundo a moradora, já faz um tempo que os bueiros da região estão sem tampa. Arquivo pessoal
  • Cachorinha cai em bueiro no Guará 2
    Moradores fizeram barricadas com madeira para evitar acidentes mais graves. Arquivo pessoal

Segundo a moradora, há outros bueiros do Guará II sem tampa. "Nós (moradores) criamos alternativas. Fizemos barricadas com resto de obra, com madeira, para evitar acidentes mais graves”, contou Bruna.

Em nota, a Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) informou que as tampas de bueiro da QE 50, no Guará 2, foram roubadas após a finalização de parte das obras da rede de drenagem da quadra. A autarquia recomendou à Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) colocar coberturas de concreto, para evitar novos furtos.

A Novacap respondeu que fará vistoria no local e incluirá os reparos necessários no cronograma de execuções da companhia. O Correio acionou a Administração Regional do Guará, mas até a última atualização desta matéria, não teve resposta.

*Estagiária sob a supervisão de Alexandre de Paula

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE