PANDEMIA

Hospital de Ceilândia abre ambulatório para pacientes recuperados da covid-19

Cerca de 500 pessoas de Ceilândia, Brazlândia, do Sol Nascente e do Pôr do Sol devem receber atendimento nos primeiros meses de funcionamento do ambulatório

Correio Braziliense
postado em 17/11/2020 00:54 / atualizado em 17/11/2020 00:55
Unidade terá horários para atendimento de servidores do DF e do restante da população -  (crédito:  Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Unidade terá horários para atendimento de servidores do DF e do restante da população - (crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

O Hospital Regional de Ceilândia (HRC) instalou um ambulatório de egressos, destinado a atender pacientes recuperados da covid-19 que se recuperaram. Eles poderão voltar à unidade de saúde para passar por novas avaliações médicas e tratar possíveis sequelas da doença. A expectativa é de que cerca de 500 pessoas de Ceilândia, Brazlândia, do Sol Nascente e do Pôr do Sol sejam atendidas nos primeiros meses de funcionamento do novo espaço.

As equipes do ambulatório oferecerão atendimento e acolhimento aos recuperados, avaliarão as condições recém-desenvolvidas pelos pacientes e oferecerão atendimento multiprofissional. O objetivo é que o público inicie sessões de fisioterapia, faça exercícios com pesos, testes de caminhada na esteira e na bicicleta ergométrica, além de testes de saturação, para saberem a situação da respiração e da musculatura.

Os funcionários do hospital farão uma busca ativa, por telefone, para encontrar pacientes que estavam internados no HRC e, agora, estão curados da covid-19. Pelo prontuário a equipe identificará se a situação foi grave enquanto estavam internados e, especialmente no caso dos que tiveram alguma sequela, haverá agendamento.

O ambulatório de egressos abre para a população nas segundas, quartas e sextas-feiras. Nas terças e quintas-feiras, o espaço fica reservado para atendimento aos servidores do DF. O horário de funcionamento é das 8h às 12 e das 13h às 18h.

Reabilitação de vítimas

Nessa segunda-feira (16/11), uma equipe multiprofissional do Hospital de Base (HB) recebeu treinamento de especialistas do Hospital Sírio-Libanês para aperfeiçoar os serviços de reabilitação de pacientes infectados pelo novo coronavírus. O trabalho visa permitir a redução do tempo de recuperação e dos custos de internação.

A capacitação faz parte do projeto Reab pós-Covid-19, vinculado ao programa ProadiSUS, do Ministério da Saúde em parceria com o Instituto de Gestão Estratégica em Saúde do Distrito Federal (Iges-DF) — que administra o Hospital de Base. A primeira etapa do treinamento continua nesta terça-feira (17/11).

Com informações da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE