Cães e gatos procuram lar em programa de adoção da Vigilância Ambiental

Companhias de quatro patas já passaram por exames e foram vacinados contra raiva. Saiba como adotar

Alan Rios
postado em 22/11/2020 12:01
 (crédito: Geovana Albuquerque/Agência Saúde)
(crédito: Geovana Albuquerque/Agência Saúde)

Companhia é uma palavra que ganhou ainda mais significado durante o isolamento social. O encontro de duas pessoas que querem cuidar uma da outra passou de um gesto simples para algo grandioso. E tudo isso ganha um contexto mais especial quando falamos dos pequenos companheiros de quatro patas. Hoje, 21 cães e gatos resgatados no Distrito Federal aguardam um lar que possa fornecer esses sentimentos de acolhimento.

A Vigilância Ambiental de Zoonoses disponibiliza um formulário de adoção para os 15 cachorros e seis gatos. Eles já receberam uma atenção primária, com cuidados como exames para detectar leishmaniose e vacinas contra a raiva, mas agora precisam de tutores que possam continuar o acolhimento.

O caso dos cachorros exige um pouco mais de atenção. Eles são dóceis, mas carregam marcas de abandono. Os cães foram resgatados quando estavam abandonados e soltos em um lote, com cerca de 250 animais, quase sem convivência com humanos, em situação de maus-tratos.

“É possível que eles se adaptem, mas tem que ser aquela pessoa com uma paciência a mais, com um carinho maior, disposta a enfrentar essa missão”, explicou o gerente da Zoonoses, Rodrigo Menn, à Secretaria de Saúde.

A Vigilância Ambiental de Zoonoses está com 15 cães seis gatos disponíveis para adoção
A Vigilância Ambiental de Zoonoses está com 15 cães seis gatos disponíveis para adoção (foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde)

Os cachorros são adultos ou idosos, já os seis gatos são filhotes de cerca de três a quatro meses de idade. Para se candidatar às adoções, basta ser maior de 18 anos, preencher o formulário on-line e assinar um termo de responsabilidade, se comprometendo a cuidar bem do pet. O animal precisará de exames anuais, recebendo ainda todas as vacinas necessárias, vermífugo e remédios contra pulgas e carrapatos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE