Esporte e lazer

Secretaria de Esportes quer reabrir centros olímpicos em todo o DF

Com o afrouxamento das medidas de combate ao coronavírus e a reabertura de diversos setores da capital, a pasta deseja dar mais esse passo pensando na saúde dos frequentadores

Caroline Cintra
postado em 24/11/2020 15:58
 (crédito: Ana Rayssa/CB/DA Press)
(crédito: Ana Rayssa/CB/DA Press)

A Secretaria de Esporte e Lazer do Distrito Federal quer reabrir os centros olímpicos de todo o DF. As unidades ainda seguem fechadas desde o início da pandemia, em março, como medida de combate à disseminação do novo coronavírus. Porém, com a reabertura dos parques, clubes e academias, a pasta pretende retomar as atividades nos espaços, respeitando todas os protocolos sanitários.

Em entrevista ao CB.Poder, uma parceria do Correio Braziliense e a TV Brasília, na tarde desta terça-feira (24/11), a secretária de Esportes, Celina Leão, destacou que os centros olímpicos são lugares que reforçam a busca pelo esporte e lazer, mas, acima de tudo, da saúde.

“Se você tem, hoje, as academias abertas para quem tem condição financeira de frequentá-las, por que não teria também nossas vilas olímpicas? A gente tem esbarrado muito na burocracia ainda, porque são contratos e não pode fugir do que está escrito no contrato. Ninguém estava preparado para essa pandemia”, disse.

Celina ressaltou ainda a importância do Governo do Distrito Federal (GDF) considerar os profissionais de educação física essenciais nesse período. Para ela, essa medida é fundamental, sobretudo para as pessoas que fazem parte do grupo de risco da covid-19. “Tem muitas pessoas maiores de 60 anos querendo acessar o esporte, mas sempre com segurança”, destacou.

Embora vários setores tenham autorização para funcionar, a secretária reforçou que as medidas de segurança devem ser cumpridas, pois “o momento ainda é complicado”. Ela disse que as liberações ocorreram de forma programada, após a criação de protocolos para cada decreto assinado pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) e que os espaços têm sido fiscalizados. “Não somente a secretaria, mas o DF Legal, o cidadão”, completou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE