Saúde

Ambulatório do Hran volta a atender especialidades médicas

Consultas estavam suspensas na unidade desde abril devido à pandemia do novo coronavírus. A UTI começa, gradativamente, a receber casos gerais

Correio Braziliense
postado em 27/11/2020 13:08
 (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press - 11/3/20)
(crédito: Ed Alves/CB/D.A Press - 11/3/20)

O ambulatório do Hospital Regional da Asa Norte (Hran) voltou a atender especialidades médicas. Devido à pandemia, as consultas com especialistas tinham sido direcionadas para unidades da Região Central, como a policlínica do Lago Sul, o Adolescentro e o Centro de Orientação Médico Psicopedagógica. A retomada dos serviços na unidade de saúde inclui, também, a oferta de exames.

Os consultórios de Geriatria e do Crisdown, no entanto, não voltarão à unidade de saúde neste primeiro momento. 

A porta de entrada para ser atendido nos ambulatórios da rede pública é pelas unidades básicas de saúde que referenciam, quando necessário, os pacientes para serem atendidos na Atenção Secundária. De acordo com a direção do Hran, a internação de pacientes que não estão com a covid-19 e são tratados pelo ambulatório também já é possível.

Segundo a Secretaria de Saúde, nos últimos meses, 95% dos atendimentos do Hran foram concentrados no enfrentamento da covid-19. Foram mantidos apenas os ambulatórios de fisioterapia dos queimados e pneumologia, além do atendimento da emergência de queimados.

O Hran está se reestruturando e remodelando para voltar aos seus atendimentos clínicos, cirúrgicos e, também, no centro assistencial, por ser um formador de médicos residentes em mais de 12 especialidades.

A unidade voltará, em breve, a atender especialidades no pronto-socorro, como ginecologia e cirurgia. A exceção continua sendo a clínica médica, que permanecerá atendendo exclusivamente pacientes com suspeita, ou confirmados, com o novo coronavírus.

Vinte leitos de UTI do Hran, que eram leitos exclusivos para atender pacientes com covid-19, começaram a ser disponibilizados gradualmente para pacientes portadores de outras enfermidades. O sétimo andar da ala de internação do hospital será exclusivo para atender esses pacientes.

Com informações da Secretaria de Saúde

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE