Secretaria lança programa de benefícios para turistas que visitarem Brasília

Iniciativa é voltada para quem vier a negócio ou para participar de eventos na cidade. O programa irá oferecer descontos em hotéis, restaurantes, bares e meios de transporte.

Jéssica Cardoso*
postado em 27/11/2020 19:30 / atualizado em 27/11/2020 20:24
 (crédito: Dida Sampaio/ Reprodução)
(crédito: Dida Sampaio/ Reprodução)

Com o objetivo de incentivar o turismo na capital federal, a Secretaria de Turismo do DF (Setur-DF) lançou um programa de clube de vantagens voltado para turistas que vierem a negócio ou para eventos, como seminários e congressos. O visitante poderá receber descontos, a partir de 10%, em restaurantes, bares, cafeterias, hotéis e meios de transporte.

Segundo a secretária da pasta, Vanessa Mendonça, a iniciativa, além de atrair os turistas, irá ajudar negócios que atuam no setor “O nosso objetivo é oferecer ao visitante as melhores experiências, além de gerar oportunidades de renda e novos negócios para o trade turístico”, afirmou a secretária.

Para ter acesso ao benefício, basta o turista apresentar credencial, crachá ou voucher eletrônico de credenciamento na hora de pagar a conta nos estabelecimentos cadastrados no programa. A lista dos lugares que poderão oferecer o desconto estará disponível no site da Secretaria.

No caso dos visitantes que vierem para participar de seminários e congressos, os eventos precisam ser apoiados pela pasta. A estratégia faz parte do Programa de Hospitalidade no Turismo e terá duração até 1º de janeiro de 2023.

Como os estabelecimentos podem participar

Os proprietários de estabelecimentos comerciais interessados em participar do programa terão até segunda-feira (30/11) para se cadastrar. Um termo de compromisso, anexado ao edital de chamamento número 18/2020 disponível no site da pasta, deverá ser preenchido.

Também deverá ser encaminhado a logomarca do estabelecimento, duas fotos de diferentes ângulos do restaurante, ou uma foto de cada serviço ou produto oferecido com o desconto atual. Os documentos devem estar em formato arquivo de imagem. Somente os produtos apresentados nas fotos poderão ser comercializados.

Além disso, as empresas participantes precisam se adequar aos protocolos de segurança e regras de higienização e distanciamento, estabelecidos por órgãos de saúde e vigilância sanitária. Para prevenção ao contágio do novo coronavírus, os estabelecimentos também devem estar de acordo com os manuais e normas definidas por entidades relacionadas aos serviços prestados.

Com informações da Secretaria de Turismo do DF 

*Estagiária sob supervisão de José Carlos Vieira

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE