Sustentabilidade

Embaixada da Itália quer certificação de lixo zero até março de 2021

Embaixador Francesco Azzarello assinou compromisso para obter o título concedido pelo Instituto Lixo Zero

Correio Braziliense
postado em 06/12/2020 13:52
 (crédito: divulgação )
(crédito: divulgação )

A embaixada da Itália, em Brasília, pretende ser a primeira com certificação de lixo zero no mundo. Em 30 de novembro, o embaixador Francesco Azzarello assinou um compromisso para a obtenção do certificado concedido pelo Instituto "Lixo Zero Brasil". A ideia é ter o reconhecimento até março de 2021. Ela já ostenta o título de primeira Embaixada Verde de Brasília

Francesco Azzarello afirma estar honrado e orgulhoso em ver a Itália sendo referência para o Brasil no setor da sustentabilidade. "É uma grande satisfação ter, mais uma vez, a Embaixada como pioneira em políticas ambientais que contribuem não apenas para a preservação do meio ambiente, mas também para o desenvolvimento brasileiro, por meio da difusão do conhecimento, da tecnologia e da expertise italiana", afirma o texto publicado no site oficial da embaixada.

Desde 2010, a sede diplomática está empenhada no projeto Ambasciata Verde (Embaixada Verde), que visa promover o uso de tecnologias ambientalmente sustentáveis para a produção de energia e para a reutilização das águas residuais. Nos últimos dois anos, o espaço vem desenvolvendo a implantação do projeto "Lixo Zero", que tem como objetivo de diminuir os resíduos que vão para o aterro sanitário. 

De acordo com a engenheira ambiental Luciana Souza, que acompanha a implantação do projeto, antes da iniciativa, eram descartados 125kg de resíduos por dia pela embaixada. Com o programa, são enviados para o aterro menos de 4 kg diários. Segundo ela, a sede diplomática destina 100% dos resíduos orgânicos para a composteira, possibilitando a produção de adubo que é reutilizado dentro da própria embaixada como fertilizante. Os resíduos recicláveis e os materiais eletrônicos são doados para cooperativas parceiras.

O presidente do Instituto Lixo Zero Brasil e Diretor da Zero Waste International Alliance, Rodrigo Sabatini, afirmou que o Brasil e o mundo buscam soluções e iniciativas que construam um futuro mais responsável e sustentável. "O exemplo da Embaixada da Itália, em Brasília, inspirará não somente seus pares diplomáticos, mas toda a capital Brasília e os municípios brasileiros que buscam objetivos similares. Espero que esta certificação possa servir de exemplo e motivação para que todos se tornem cada vez mais responsáveis", destacou. 

*Com informações da Embaixada da Itália

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE