Empreendedorismo

Premiação reconhece talento de mulheres empreendedoras no DF

Mulheres de baixa renda que se destacaram com seus negócios em intensivão sobre presença digital da Fundação Assis Chateaubriand são premiadas e se conectam a profissionais do mercado. Pré-inscrições para 2021 já estão abertas

Camila de Magalhães
postado em 07/12/2020 11:07 / atualizado em 07/12/2020 18:31
 (crédito: Arquivo pessoal)
(crédito: Arquivo pessoal)

Batalhadoras e cheias de talento, as empreendedoras Janaína Pereira, Raquel Tolentina e Ana Paula Rodrigues agarraram com unhas e dentes a oportunidade de ampliar seus conhecimentos e alavancar seus negócios, de forma mais estruturada e sem gastar nada, em meio à pandemia de Covid-19. A primeira chance de se aperfeiçoarem veio em setembro, quando foram selecionadas entre mais mil mulheres de baixa renda do DF para as cerca de 600 vagas do curso online gratuito de empreendedorismo Todas Elas, da Fundação Assis Chateaubriand (FAC).

Durante dois meses, ralaram para colocar em prática o que aprenderam e se destacaram tanto que foram selecionadas mais uma vez, para uma segunda oportunidade de aprendizado em meados de novembro, o Conecta Todas Elas, curso intensivo sobre presença digital dos negócios, oferecido pela FAC com apoio do Sebrae. Aprenderam sobre estratégias para redes sociais, produção de conteúdo e desenvolveram habilidades de apresentação verbal dos negócios.

A dedicação foi tanta que elas ficaram entre as dez convidadas para uma noite especial de apresentação de seus negócios, o Demo Day do Conecta Todas Elas, com avaliação de uma banca formada por quatro referências na cidade: Mariana Borges, superintendente executiva da FAC; Roberta Lopes, fundadora da startup Mundo Lívia; Raíssa Rossiter, socióloga com carreira de mais de 30 anos no fomento ao empreendedorismo; Cristina Castro-Lucas, idealizadora do projeto Glória, embaixadora do We Americas e professora da Universidade de Brasília; e Eliane Rayes, gestora do Sebrae Lab e coordenadora do projeto Agentes Locais de Inovação do Sebrae-DF.

Superação na pandemia

Em um evento tomado pela emoção, Janaína, Raquel e Ana Paula contaram suas histórias de superação e conquistaram os corações da banca avaliadora. Entre os prêmios para as três primeiras colocadas, estão mentorias com profissionais do mercado, consultoria em marketing digital e espaço de divulgação.

Primeira colocada, a moradora de Samambaia Janaína Pereira, apresentou Doces da Jana (@docesdajana_df). Iniciado este ano, o negócio surgiu depois que ela saiu da empresa onde trabalhava para se dedicar à própria confeitaria, dentro de casa, uma forma de ficar mais próxima da filha pequena. “Atrás de cada uma de nós existe uma família, existem filhos, que estão vendo a nossa luta. Estamos plantando no coraçãozinho deles uma esperança. Minha filha fica radiante de ver que a mãe dela está tendo apoio e progredindo de alguma forma. Cada mulher transforma a sua comunidade, a sua família. No momento em que somos empoderadas e incentivadas a crescer, todos os que estão ao nosso redor também crescem”, comenta.

A segunda colocada no Demo Day Conecta Todas Elas foi Raquel Tolentina, moradora de Sobradinho. Sócia do marido em uma empresa de eventos esportivos, a Sport Tri BSB (@sporttribsb), ela se viu sem fonte de renda durante a pandemia, com a proibição de aglomerações, e precisou se reinventar. Usou as habilidades e equipamentos que já tinha para criar a Sport com Art (@sportcomart), que faz produtos personalizados para eventos e para presentes (camisetas, canecas, chaveiros etc). “Esses cursos vieram como uma oportunidade de mudar o meu 2020. E não simplesmente passar por um pandemia, um momento de crise, mas sim de oportunidade. Fui crescendo, amadurecendo e cada oportunidade que aparecia, eu agarrava. Com tudo o que aprendi, já passei a ter novos pedidos de muitas pessoas”, comemora.

Em terceiro lugar, ficou a moradora de Samambaia Ana Paula Rodrigues, com o negócio de alimentos congelados Delícias D’ Paula (@dpaula.delicias). Ela, que trabalha como doméstica durante o dia e foca na produção das comidas à noite e aos fins de semana, pretende mudar de vida e focar exclusivamente em seu negócio. “As participações no Todas Elas e Conecta foram experiências que vou levar para o resto da minha vida. Eu esperava ser sorteada porque eu queria muito essa mentoria. Sei que vai ser muito importante para o meu negócio e dar um boom nas redes sociais”, observa Ana Paula.

Para Eliane Rayes, membro da banca avaliadora do evento, ouvir tantas histórias de mulheres batalhadoras foi gratificante: “As pessoas só precisam de um pouco de ajuda para darem um rumo ao caminho delas. Todos nós só precisamos de uma oportunidade.”

Rodada de negócios

Na semana passada (1º a 4/12), Janaína, Raquel e Ana Paula também participaram da Rodada de Negócios Todas Elas, um evento online de conexão com 13 empresas da cidade, para que pudessem iniciar parcerias promissoras nas áreas de microcrédito (Veriza), espaço para exposição (Feira da Lua), embalagens (Eldorado), divulgação (Eu harmonizo), entre outros, como Ton Sur Ton Tecidos, Quatro Malhas, Arque, Joana Eichler Fotografia, Humanizate Instituto Nous e Unlearning Company. Ao todo, houve 77 mulheres participantes, que se prepararam previamente em um curso de negociação organizado por Wankes Leandro. A realização foi da Fundação Assis Chateaubriand, com apoio do Sebrae.

Segundo Carol Freitas, facilitadora do Todas Elas e parceira de execução da Rodada de Negócios, houve diversos tipos de negociações, desde parcerias para venderem juntos, utilização de retalhos de tecidos de algumas lojas como matéria-prima por um preço mais competitivo, parcerias de negócios para terem descontos, com preços de atacado para compra, até mesmo espaços de exposição gratuitos para que elas possam apresentar seus artesanatos, bolos, bombons e toda a produção.

“Foi uma experiência que consolida toda essa jornada de autorreconhecimento como empreendedoras, iniciada com o curso Todas Elas, de melhoria dos produtos, divulgação, até chegarem ao ponto de estarem à frente de um cliente ou de uma parceria de negócio com segurança para poder comunicar o que vendem e fechar negócios. É quase como um troféu, uma conquista e uma prova para elas mesmas, de que são capazes sim”, ressaltou Carol Freitas.

Compre de Todas Elas

Você pode apoiar as empreendedoras do Todas Elas comprando seus produtos ou serviços. A Fundação Assis Chateaubriand criou um perfil no Instagram para divulgar os negócios dessas mulheres. Confira: https://www.instagram.com/compredetodaselas/

Pré-inscrições abertas para 2021

Mulheres de baixa renda interessadas em transformar seus talentos em negócios já podem fazer sua pré-inscrição para a edição de 2021 do curso online gratuito de empreendedorismo Todas Elas, da Fundação Assis Chateaubriand, pelo link.

Para se tornar um parceiro do projeto Todas Elas, saiba mais em https://www.facbrasil.org.br/todas-elas

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE